Header Ads

CMCG

Família realiza rifa em CG em prol do tratamento de jovem tetraplégico





Um adolescente campinense de 15 anos, Erick Oliveira, está internado em um hospital da Hapvida, em Recife desde o mês de outubro de 2018, quando sofreu uma lesão na coluna, após um acidente em uma piscina.
O jovem passou por cirurgia, mas perdeu os movimentos do pescoço para baixo.
Em entrevista à TV Itararé, Erick contou como tudo aconteceu.
– Sofri um acidente na piscina que acabou lesionando uma das vértebras da minha coluna, e isso me deixou em estado de tetraplegia. Eu não movo nada do pesco pra baixo. Eu queria aqui hoje falar para vocês que sejam mais cautelosos, porque uma brincadeira simples acabou custando muito para mim – lamentou.
O jovem espera alta, mas, segundo a irmã dele, Hevellyne Oliveira, o jovem passa por quadros consecutivos de infecção urinária, devido ao uso constante de sonda, o que tem dificultado a saída dele do hospital.
Ao chegar em casa, Erick vai precisar de cuidados especiais, com um tratamento de custo alto. Para ter uma melhor qualidade de vida, o menino precisa de um home care que o hospital se nega a ceder. Para tentar viabilizar o equipamento, foi preciso que a família acionasse a Justiça.
– A Hapvida não libera o home care. Ela diz que não tem. Tivemos que entrar com ação judicial, o juiz deu favorável para a gente, mas o plano de saúde pediu que o juiz reavaliasse dizendo que meu irmão era um menino independente. Mas como pode ser, se ele não mexe nada a não ser o pescoço? – questionou Hevellyne.
O custo para manter o home care gira em torno de R$ 40 mil mensais e por conta disso, a ação ainda corre na justiça.
Para custear as outras etapas do tratamento, medicamentos e deslocamentos de Campina Grande para Recife, a família organizou uma rifa que está sendo vendida ao preço de R$ 10.
– Entrei em contato com alguns empresários de Campina Grande e cerca de 140 foram favoráveis e me retornaram dizendo que fariam doações para a rifa. O sorteio acontecerá no dia 16 de março no Tropeiros Park Food, no bairro São José, em Campina Grande. Serão cento e vinte cartelas sorteadas, algumas com apenas um prêmio, outras com dois. Cada cartela custa R$ 10 e pode ser comprado em quatro pontos no centro da cidade: Banca do Orlando, na Praça da Bandeira; na Elitte Acessórios, na Cardoso Vieira; na Vip Auto Escola, na Índios Cariri e na Mymerchan, no Cirne Center – contou.
Apesar das negativas dos médicos, Erick tem muita fé na sua recuperação e espera voltar a andar.
Maiores informações podem ser encontradas no instagram @todosporerick
Redação com TV Itararé

Nenhum comentário