Com FINCC Digital 2021 prevista para maio, feira terá participação de gestores do Projeto de Economia Criativa Nordeste



Gestores discutiram, também, a possibilidade de participar do Festival Cultural do Brasil em Viena

A economia criativa e a sua inegável importância não só para o empreendedorismo, mas para a economia como um todo, foi reconhecida e, 2021 foi estabelecido, pela Organização das Nações Unidas (ONU), como o Ano Internacional da Economia Criativa para o Desenvolvimento Sustentável. Neste sentido, a continuidade de projetos ligados ao setor foi discutida, na última sexta-feira (6), junto aos gestores de economia criativa do Nordeste e coordenadoria do Sebrae Nacional.

Um dos projetos discutidos foi o “Cadeia de Valor Economia Criativa Nordeste”, bem como a análise dos resultados alcançados em 2020. “Os diretores dos Sebrae no Nordeste estão negociando com a instituição no âmbito nacional a continuidade do projeto em 2021. Ficou acordado, também, pelos gestores do Projeto de Economia Criativa do Nordeste que a realização da Feira de Negócios Criativos e Colaborativos (FINCC) Digital, prevista para maio de 2021, será coordenada pelo Sebrae Paraíba, exatamente pela importância desse evento para os segmentos da economia criativa”, destacou a gestora de Turismo e Economia Criativa do Sebrae Paraíba, Regina Amorim. Todos os participantes da reunião confirmaram que irão participar da edição da feira deste ano.

A gestora enfatizou, ainda, que economia criativa é como se utiliza a criatividade para gerar produtos e serviços com valor agregado, com diferencial no mercado. “A economia criativa também está associada aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) no que se refere à organização das comunidades, ao fortalecimento da governança, ao desenvolvimento de pequenos negócios, inseridos na dinâmica criativa, que fomenta a sustentabilidade e a inclusão econômica e social”, explicou.

Festival de Viena – Além de projetos ligados à economia criativa, foi discutida, também, durante a reunião, a participação da Região Nordeste no Festival Cultural do Brasil em Viena, na Áustria. O evento, previsto para ser realizado na modalidade digital em novembro deste ano, representa uma oportunidade para apresentar, ao mundo, os negócios criativos do Nordeste. Conforme Regina Amorim, serão apresentados, aos gestores de economia criativa do Sebrae Nordeste, as informações básicas do festival, sua história, como se estrutura a programação e como se dará a participação dos representantes de cada unidade da federação.

Para a organizadora do Festival Cultural do Brasil em Viena, Vanessa Noronha Tölle, a participação do Nordeste no evento será importante para apresentar alguns pilares da cultura brasileira, tais como gastronomia, artesanato, dança, música, através de participação em rodas de conversas, palestras e apresentações de produtos. “O Festival Cultural do Brasil em Viena é uma plataforma para a internacionalização da cultura e do turismo do Brasil. O Nordeste, com sua diversidade cultural e riquezas naturais, sendo a principal porta de entrada para o turismo estrangeiro, tem suma importância na participação deste evento”, afirmou.

Nenhum comentário