Header Ads

Vacina contra o coronavírus produzida em SP não apresentou efeitos adversos em 94% dos voluntários

 


O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), confirmou que a vacina contra o coronavírus CoronaVac, da farmacêutica SinoVac em parceria com o Instituto Butantan, é segura. Segundo o divulgado na coletiva desta quarta-feira, 23, 94,7% dos voluntários que participaram dos testes não apresentaram efeitos colaterais.

Ao todo, 50 mil pessoas participaram da testagem na China. Apenas 5,36% dos imunizadores tiveram sintomas como dor no local da aplicação, fadiga e febre moderada.

"Os resultados dos estudos clínicos realizados na China mostraram um baixo índice de apenas 5.3 de efeitos adversos e de baixa gravidade. A maioria destes casos apresentou apenas do no local da aplicação da vacina. Efeitos adversos de baixa gravidade para uma minoria de pessoas sã comuns em vacinas amplamente utilizadas”, afirmou o governador.

Doria ainda deu o exemplo da vacina da gripe. Entre os imunizados, cerca de 10% têm algum tipo de reação.

No Brasil, a CoronaVac está na fase 3 de testes e, se os resultados forem positivos, poderá passar pela aprovação da Anvisa. Em seguida, o governo paulista poderá começar a vacinar a população. Doria espera tem 5 milhões de doses em outubro e, em fevereiro, ter vacinado toda a população do estado.




Yahoo


Nenhum comentário