Header Ads

Reportagem da Folha diz que Ricardo Coutinho segue recebendo mais de R$ 20 mil mensais do PSB


 O ex-governador Ricardo Coutinho estaria presente na folha salarial do PSB com salário acima dos R$ 20.000,00 (vinte mil reais).

De acordo com a informação publicada no site da Folha de São Paulo, Coutinho, estaria na lista de pagamento da legenda ao lado do também ex-governador Márcio França, de São Paulo, e do ex-deputado federal Beto Albuquerque, do Rio Grande do Sul.

A verba viria do Fundo Público Partidário que custou, apenas no ano passado, a bagatela de R$ 937 milhões custeada, em sua maior parte, pelos cofres públicos do país.

Na reportagem, a Folha lembra que o Fundo partidário é distribuído anualmente aos partidos que cumpriram as regras da chamada cláusula de barreira (desempenho mínimo nas eleições). Em 2020, 23 das 33 legendas estão aptas a recebê-lo. É dividido na proporção dos votos que as legendas obtiveram nas últimas eleições para a Câmara dos Deputados. O valor a ser rateado em 2020 é de R$ 959 milhões

A Folha ainda aponta o PSB como uma legenda que virou cabide de derrotados ou políticos sem mandato.

Ainda segundo a informação, a prática de destinar remuneração mensal a políticos que fracassaram nas urnas ou que deixaram de ocupar algum cargo público é comum nos 33 partidos brasileiros.

O ex-governador Ricardo Coutinho foi preso pela Polícia Federal durante a operação Calvário sob acusação de chefiar uma organização criminosa responsável pelo desvio de milhões de reais em verbas públicas do Estado da Paraíba e, apenas recentemente, conseguiu autorização para retirada da tornozeleira eletrônica por falha no equipamento.

Nenhum comentário