Header Ads

João Azevêdo entrega novas instalações do Lacen e assegura ambiente adequado de trabalho aos servidores da Saúde

 



governador João Azevêdo entregou, nesta terça-feira (25), a nova sede do Laboratório Central de Saúde Pública da Paraíba (Lacen-PB), que passa a funcionar na Avenida Camilo de Holanda, em João Pessoa. O investimento de R$ 953,6 mil irá permitir a ampliação dos serviços disponibilizados aos 223 municípios paraibanos e assegurar um ambiente adequado de trabalho aos servidores vinculados à Secretaria de Estado da Saúde (SES).

Na ocasião, o chefe do Executivo estadual destacou a satisfação de garantir um local que ofereça segurança e motivação aos funcionários públicos, representando o reconhecimento do governo ao esforço, compromisso e dedicação de cada profissional que aguardava por mais de 30 anos um ambiente digno de trabalho. “O Lacen funcionava de forma precária em um prédio, no bairro Cruz das Armas, e passa a funcionar agora em um local com todas as condições de higiene e segurança para todos os funcionários e para todas as pessoas que procuram o espaço.  Nesse momento de pandemia, o Lacen deu as respostas que nós esperávamos, toda a equipe se envolveu e isso gerou o resultado que hoje a Paraíba comemora. Nós passamos por toda a pandemia com uma ação extremamente eficiente da Secretaria de Saúde e esse suporte dado pelo Lacen foi fundamental para que a gente pudesse definir essa política tão importante de enfrentamento da Covid”, frisou.

O secretário de Estado da Saúde, Geraldo Medeiros, evidenciou que o novo ambiente de trabalho irá resultar na melhoria da qualidade dos serviços e no reconhecimento nacional da nova estrutura do equipamento da Rede Estadual de Saúde. “Essa é uma ação que foi idealizada desde o mês de março, após uma visita do governador à estrutura antiga e de logística difícil. Com a necessidade de fortalecimento do Lacen, houve a busca por um novo espaço, que foi reformado, se tornando em uma das estruturas mais bem equipadas do Brasil e isso está sendo corroborado com a chegada de uma equipe do Ministério da Saúde amanhã, que irá ofertar à Paraíba e ao Lacen, a centralização da realização dos exames RT-PCR, que serão ofertados em maior número, permitindo um rendimento maior no diagnóstico da Covid-19 e seremos, inclusive, referência para o Rio Grande do Norte, mostrando a nossa evolução ao longo dos cinco meses não só da nossa estrutura física, mas de equipamentos e de capacitação dos servidores”, pontuou.

O diretor geral do Lacen, Bergson Vasconcelos, agradeceu a sensibilidade e o reconhecimento do governador ao esforço dos servidores do Lacen, que estão dando as respostas necessárias à Paraíba durante a pandemia do coronavírus. “Essa foi mais uma tomada de decisão acertada do governador, pois passamos 37 anos trabalhando em uma estrutura no bairro Cruz das Armas, onde era um laboratório de análises clínicas e depois virou o Laboratório Central de Saúde Pública, que tem uma outra complexidade e a gente precisa estar aberto ao público e atender às demandas solicitadas pelos municípios. A estrutura antiga do Laboratório não comportava o parque tecnológico que a gente recebe hoje, nós também tínhamos uma rede elétrica muito antiga e os novos equipamentos puxam muito energia e internet. Hoje nós estamos com todos os diagnósticos centralizados em um único prédio, já que antes trabalhávamos de maneira fragmentada, e agora estamos de casa nova, todos juntos e com a possibilidade de expandir os nossos serviços o mais rápido possível”, relatou.

A primeira-dama Ana Maria Lins; a secretária executiva da Saúde, Renata Nóbrega; e o secretário executivo de Gestão da Rede de Unidades de Saúde, Daniel Beltrammi, acompanharam a entrega das novas instalações do Lacen.

Tecnologia de ponta – A mudança para o novo prédio irá beneficiar a população com a expansão da oferta de tecnologia de ponta e na manutenção do diagnóstico na Paraíba, onde antes eram enviadas amostras para os laboratórios de referência nacional. Além do incremento de novos diagnósticos de interesse de saúde pública para atender à Vigilância em Saúde da Paraíba, a nova estrutura irá duplicar a capacidade de resposta durante a pandemia.

O Lacen recebe as amostras dos serviços para análise dos exames para dengue, zika, chikungunya, tuberculose, hanseníase, toxoplasmose, esporotricose, HIV, hepatites e vírus respiratórios. O órgão também realiza a triagem neonatal, atua na vigilância ambiental e sanitária com o Núcleo de Produtos e Meio Ambiente (NUPMA) e está implantando o Núcleo de Extensão e Pesquisa em Epidemiologia.

Serviços – No local, foram realizadas adequações físicas, criando mais salas e melhorando os espaços que precisaram de maior amplitude; limpezas externas e nas fachadas; reforma na coberta; revestimentos cerâmicos; instalações de esquadrias e pinturas; além de adequações elétricas e hidráulicas.

Além disso, o Governo do Estado também investiu na modernização do parque tecnológico do Lacen, com a aquisição de equipamentos de última geração para extração e amplificação de DNA/RNA, incluindo o laboratório, definitivamente, na era da biologia molecular (Biomol). Para a implantação da metodologia e para atender a demanda de testagem da covid-19, foi redimensionado o circuito frio para armazenamento de amostras (Biobanco), com a aquisição de ultra freezers, centrífugas refrigeradas e outros insumos indispensáveis para a execução das técnicas de biologia molecular.

Nenhum comentário