Header Ads

Caixa deve aumentar para seis meses pausa no financiamento imobiliário


O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, afirmou, em entrevista à Rádio Gaúcha, na manhã desta terça-feira (14), que o banco aumentará a pausa no pagamento de financiamentos imobiliários — hoje, o período é de até quatro meses. Diante da pandemia do coronavírus, a expectativa é de que a instituição amplie esse prazo para seis meses.


“A gente já tem todas as aprovações internas. Vou fazer uma conversa com o presidente. Esse é um tipo de anúncio importante para a sociedade (…) Ninguém  nunca fez uma pausa de seis meses antes. Vai ter uma conversa antes do anúncio. Mas você já sabe a resposta: vai aumentar a pausa — disse Guimarães.

A Caixa registra 2,4 milhões de financiamentos com pausa no pagamento das prestações. Ao todo, o banco tem 5,5 milhões de contratos vigentes, totalizando R$ 478,58 bilhões em crédito.


— Durante a pausa não há necessidade de renegociação, o crédito está parado. (…) Quem tiver dificuldade, sugerimos pausar. Quem não tiver dificuldade, não pausa. Até porque a pausa é uma postergação do pagamento — avaliou o presidente da Caixa.


Segundo ele, mesmo com a pandemia, o mês de junho teve “recorde histórico” de novos contratos na área habitacional — a liberação de recursos atingiu R$ 11,1 bilhões, para 55 mil famílias. O resultado foi o melhor para o mês nos últimos quatro anos.

Nenhum comentário