Header Ads

Sem previsão de retorno das aulas na Paraíba, afirma secretário

Nesta sexta-feira (12), o governador João Azevêdo faz um pronunciamento para detalhar o plano de retomada gradual do comércio na Paraíba e o secretário de Estado da Educação, Cláudio Furtado, foi questionado se a educação está incluída nesta retomada.

O secretário explicou que vai seguir as indicações do que a saúde e o comitê científico possa dizer que tem condições para sua volta, assim que os números sejam suficientes para que possa voltar, iniciaremos com plano que deve ser apresentado na próxima semana a vários órgãos, como Ministério Público, Tribunal de Contas e Conselho de Educação.

Porém, de acordo com Furtado, não há previsão de volta porque a comunidade escolar é fácil de ser um vetor de transmissão, e o cuidado é de não acontecer como em São Paulo, onde anunciaram a volta e depois tiveram que fechar após o aumento das infecções. “Tem que ter segurança para a retomada”, finalizou.

Cestas básicas

O secretário explicou o porque da demora para a entrega das cestas básicas na rede estadual de ensino. Em entrevista anterior, o secretário havia afirmado que a distribuição começaria na segunda-feira (08).

Furtado apontou que até o final da próxima semana se encerra as distribuições do mês de maio e que a demora se dá devido à logística para levar as cestas. “São mais de 645, e esse processo leva um certo tempo. Cada escola vai fazer a distribuição. Começou o deslocamento na quarta-feira (10) e, efetivamente, hoje os alunos estão recebendo as cestas”, disse.

O atendimento começou em João Pessoa e Campina Grande nesta sexta e nas demais regiões a partir de segunda-feira (15).

O secretário pediu que os pais aguarde o contato das escolas que vão informar os critérios de recebimento para não haver aglomeração.




pagina1pb

Nenhum comentário