Header Ads

Procon amplia atendimento por WhatsApp para quem deseja fazer denúncias ou busca por orientações

.

Além do número 151 para contatos por telefone, a população de Campina Grande pode se comunicar com o Procon Municipal por meio do WhatsApp, desde a última semana o órgão ampliou as linhas e agora conta com três números. São eles o 9 8185-8168, o 9 8186-3609 e o 9 8123-0749. 

“Ampliamos os canais para que a população que necessita resolver algo no Procon não precise se deslocar até a sede do órgão. Só em último caso. É mais uma medida de segurança que adotamos em razão da pandemia de coronavírus (covid-19). Adaptamos a nossa sede seguindo os protocolos de segurança da Anvisa e da Secretaria de Saúde do Município, como a instalação de dispersores de álcool em gel 70 em pontos com maior movimentação de pessoas, organizamos os assentos de forma a manter uma distância segura entre os consumidores que aguardam atendimento. Estamos aferindo a temperatura dos nossos trabalhadores todos os dias antes do início do expediente e a partir de segunda-feira, 22, também vamos aferir a temperatura de cada pessoa que venha buscar atendimento. Lembrando que só é permitida a entrada de pessoas com máscara de proteção”, explica Rivaldo Rodrigues coordenador executivo do Procon de Campina Grande. 

O horário de atendimento presencial no Procon ainda permanece reduzido, de 8h às 13h e as audiências de conciliação suspensas. O órgão está se organizando para realizar as audiências por teleconferências, evitando assim a aglomeração de pessoas em um único local. 

Além dos telefones o consumidor pode entrar em contato com o Procon por meio do aplicativo de telefone PROCONCG MÓVEL e pelo Fale Conosco no site procon.campinagrande.pb.gov.br. Em caso de abertura de reclamação, o consumidor deve digitalizar a sua carteira de identidade com CPF ou a CNH, comprovante de residência e toda a documentação que sustente a sua reclamação.  

O coordenador do Procon destaca que população deve evitar levar crianças e idosos para o atendimento no órgão. “Mesmo com a reabertura gradual das atividades comerciais em nossa cidade, pedimos a população que continue com todo o cuidado para evitar a propagação do novo coronavírus. Precisou do Procon tente o contato virtual ou por telefone, não deu certo venha a nossa sede de preferência sozinho e evite a companhia de pessoas mais vulneráveis, como idosos e imunodeprimidos”, ressalta. 

Nenhum comentário