Header Ads

Secretário da ONU diz que mundo paga preço alto por divergir no combate a Covid-19

.




O secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, criticou, os países que “ignoraram as recomendações” da Organização Mundial da Saúde (OMS) no combate à pandemia de coronavírus e estimou que o mundo paga um “preço alto” por essas estratégias divergentes.

Guterres disse que “muitos países ignoraram as recomendações da Organização Mundial da Saúde”. A afirmação se deu nesta segunda-feira (18), por videoconferência, na abertura da Assembleia Mundial da Saúde, reunião anual dos 194 membros da OMS que está sendo realizada pela primeira vez de maneira virtual.

“Vimos expressões de solidariedade, mas pouquíssima unidade em nossa resposta à Covid-19. Os países seguiram estratégias divergentes e todos pagamos um preço alto por isso”, disse Guterres. “O vírus se espalhou pelo mundo e agora se dirige para países do sul, onde pode ter efeitos ainda mais devastadores. Corremos o risco de novos picos e novas ondas”, acrescentou, sem citar os países.

Investigação independente

Conforme veiculado pelo G1, o chefe da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, declarou que lançará uma investigação “independente” sobre a resposta à pandemia pela agência da ONU e seus Estados membros.

“Lançarei uma avaliação independente o mais rápido possível, no momento apropriado, para revisar as experiências e lições aprendidas e fazer recomendações para melhorar a preparação e resposta nacional e global à pandemia”, afirmou Tedros na reunião anual.

Brasil na reunião

O ministro da Saúde interino do Brasil, Eduardo Pazuello, afirmou na reunião que Brasil tem dimensões continentais, e cabe à pasta fazer ajustes nos protocolos de combate à Covid-19 segundo a gravidade de cada região.

Nenhum comentário