Header Ads

CMCG

Prisão de Livânia reforça que o dinheiro do povo estava sendo desviado pela corrupção no Governo do Estado



A deputada estadual Camila Toscano (PSDB) disse neste sábado (16) que a prisão da secretária estadual da Administração, Livânia Farias, apenas comprova que o dinheiro dos paraibanos que deveria ser investido na saúde, estava sendo desviado em um enorme esquema de corrupção montado no Governo do Estado. Diante de tais fatos, a parlamentar cobrou do governador João Azevêdo (PSB) a exoneração de todos os envolvidos e citados pela Operação Calvário.
 
“É muito triste ver que o nosso Estado estava sendo saqueado deste 2011 por pessoas que pregaram a honestidade e a transparência nas ações. A prisão da secretária Livânia Farias comprova o que já vínhamos denunciando na Assembleia Legislativa e mostra que é essencial o afastamento imediato de todos que são citados pela Operação Calvário. A Paraíba precisa passar essa história a limpo”, destacou a deputada.
 
Camila reforçou ainda o que disse o desembargador Ricardo Vital de Almeida na peça que pede a prisão da secretária Livânia Farias. De acordo com o desembargador, “em razão do cargo ocupado por Livânia Farias, como secretária estadual de Administração, que há risco grave e concreto de que os nefastos crimes a ela imputados continuem a se perpetuar, acaso permaneça em liberdade. Está patente a necessidade de debelar a corrupção sistemática e a dimensão social do crime de lavagem de capitais, em que tem nefastos efeitos à sociedade”.
 
A deputada afirmou que é necessário o governador João Azevêdo agir com transparência e dar uma resposta à população, afastando os secretários de suas atuações na gestão. “Na vida pública não é suficiente apenas ser honesto, é preciso parecer honesto. E não está parecendo nenhum tipo de honestidade a condução desse governo com esse processo”, frisou.

Nenhum comentário