Header Ads

CMCG

Juíza manda prender ex-zelador suspeito de participar de estupro em escola de JP



No início da noite desta sexta-feira (15), o ex-funcionário suspeito de participar do estupro a crianças no Colégio Geo, em Tambaú, foi preso pela polícia, em João Pessoa. A Polícia Civil cumpriu o mandado expedido pela juiza da 5ª Vara Criminal da Capital. O zelador foi levado para a Central de Polícia, no bairro do Geisel.
O suspeito vinha respondendo em liberdade, cumprindo medidas cautelares, no entanto, o Ministério Público da Paraíba (MPPB) já protocolou pedidos de prisão preventiva para o zelador, que foram negadas anteriormente.
O CASO
Polícia Civil da Paraíba deflagrou, n última segunda-feira (11), uma operação para investigar crimes de abuso sexual cometidos contra crianças na escola. Os crimes teriam ocorridos em 2018. Três adolescentes foram apreendidos encaminhados ao Centro Educacional do Adolescente (CEA), onde permanecem.
No dia seguinte, a delegada Joana D’Arc concluiu inquéritos sobre abusos sexuais a duas crianças, estudantes da escola. Ainda segundo a delegada, existe a possibilidade de que outras duas crianças também possam ter sido vítimas de estupro.
Joana D'Arc confirmou a hipótese de que um ex-funcionário do GEO participou ativamente dos crimes. A delegada acredita que em algumas ocasiões ele apenas olhava, mas em outras também assediava as crianças. Ele foi demitido do colégio ainda em 2018, quando foi feita a primeira denúncia sobre o caso.

Nenhum comentário