Header Ads

CMCG

Ex-presidente do Vasco, Eurico Miranda morre aos 74 anos





O mais icônico dirigente do Vasco saiu de cena nesta terça-feira. Aos 74 anos, Eurico Miranda morreu em um hospital na Barra da Tijuca, Zona Sul do Rio de Janeiro, vítima de câncer no cérebro. Atualmente, ele exercia o cargo de presidente do Conselho de Beneméritos do clube.
Nos últimos meses, Eurico não fez aparições públicas. Seu estado de saúde se agravou, e ele foi levado ao hospital na manhã desta terça. Lá não resistiu e morreu no início da tarde.
Em novembro, numa reunião do Conselho Deliberativo, já bastante debilitado, precisou de ajuda para se levantar e puxar o grito de Casaca, uma tradição do Vasco à qual se habituou a liderar.
 No mesmo evento, Eurico anunciou que diminuiria a frequência de suas visitas ao Vasco e se limitaria a reuniões do Conselho de Beneméritos e do Conselho Deliberativo. Ele havia dispensado seguranças e motoristas.
Eurico em uma de suas últimas visitas a São Januário em jogo do Vasco — Foto: André Durão / GloboEsporte.com
Eurico se encontrava em estado debilitado desde o início de 2018. Mesmo assim, foi figura presente em jogos do Vasco em São Januário - chegou até mesmo a ir aos treinos do elenco no CT do Almirante, em Vargem Pequena.
Antes da atual doença, o dirigente conseguiu superar um câncer na bexiga e outro no pulmão. Nos últimos meses, andava de cadeira de rodas. Recentemente, passou a se tratar em casa, com idas frequentes ao médico.
Euricio foi presidente do Vasco em dois períodos: de 2003 a 2008, e de 2015 a 2017. Também foi vice-presidente de futebol do clube entre 1990 e 2002, tendo participado do período de maiores conquistas do clube, como o Campeonato Brasileiro de 1997, a Copa Libertadores de 1998, a Copa João Havelange de 2000 e a Copa Mercosul de 2000.

Globo Esporte .com

Nenhum comentário