Header Ads

CMCG

TRAGÉDIA EM BRUMADINHO: Juíza diz que era possível evitar tragédia em Brumadinho (MG)


Na decisão em que determinou a prisão de funcionários da Vale e engenheiros ligados à barragem da Vale que se rompeu em Brumadinho (MG), a juíza Perla Saliba Brito declarou que o desastre poderia ter sido evitado.
A magistrada lembrou que três dos presos --um funcionário de Vale e dois engenheiros de uma empresa alemã-- assinaram declarações de estabilidade das barragens, "o que a tragédia demonstrou não corresponder o teor desses documentos com a verdade".
Para a juíza, não é possível acreditar que "barragens de tal monta, geridas por uma das maiores mineradoras mundiais, se rompam repentinamente, sem dar qualquer indício de vulnerabilidade". 
Brito determinou as prisões na noite de domingo (27) e os mandados foram cumpridos nesta terça-feira (29), quatro dias após a tragédia que deixou dezenas de mortos e centenas de desaparecidos.
Para a juíza, não é possível acreditar que "barragens de tal monta, geridas por uma das maiores mineradoras mundiais, se rompam repentinamente, sem dar qualquer indício de vulnerabilidade". 
Brito determinou as prisões na noite de domingo (27) e os mandados foram cumpridos nesta terça-feira (29), quatro dias após a tragédia que deixou dezenas de mortos e centenas de desaparecidos.
Uol

Nenhum comentário