Header Ads

CMCG

Festa de Reis 2019 em Queimadas reúne mais de 20 mil pessoas durante os três dias



A Festa de Reis, edição 2019, a mais tradicional do município, realizada durante os últimos três dias, 4, 5 e 6 de janeiro, reuniu um público de mais de 20 mil pessoas. O evento trouxe este ano apresentações das bandas, Forró Milhó, Gegê Bismarck, Levada Mix, A Loba e o show religioso do Padre Nilson Nunes. No Palco Cultural as atrações ficaram por conta do Coco de Roda do Mestre Zé Zuca, do Grupo de Capoeira Abadá e Repentistas sob apresentação de Iponax Vila Nova.

O palco principal funcionou no Pátio do Povo e as apresentações tiveram início às 22h. Já no Palco Cultural, a festa começou às 20h. O evento também ofereceu ao público presente as tradicionais barracas e tendas, além dos parques de diversões. A novidade deste ano foi o trabalho em tempo real da limpeza urbana que teve apoio da Secretaria de Infraestrutura. Também foi proibida o acesso ao local portando bebidas em vasilhames de vidro.

A segurança foi reforçada com a presença da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, seguranças particulares e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). A Superintendência de Trânsito e Transportes (STTrans) também esteve presente dando apoio a organização do trânsito.

A secretária de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer de Queimadas, Angélica Figueiredo avaliou como positiva a realização da Festa de Reis deste ano e destacou que a organização do evento mais uma vez conseguiu realizar entretenimento sem nenhuma intercorrência grave. “Estamos satisfeitos com a Festa de Reis deste ano e graças a Deus não foi registrada nenhum tipo de violência. Realizamos um evento que ofereceu entretenimento à população com segurança e tranquilidade”, destacou a secretária.

Este ano o evento teve entrada franca durante os três dias. A Festa de Reis, edição 2019 foi realizada pela Prefeitura de Queimadas, através da Secretaria de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer (Secult) em parceria com as Secretarias de Saúde, Infraestrutura, Setor de Transportes e STTrans.

Nenhum comentário