Header Ads

CMCG

Romero dá o tom ao pedir votos para Cássio e Daniella ao Senado


Em meio a especulações e intrigas sobre “campanha descasada” entre candidatos ao Senado na chapa que dá suporte a Lucélio Cartaxo, candidato do PV ao governo do Estado, o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB) deu o tom, discursando em Lagoa Seca, da unidade que deve predominar ao pedir votos conjuntamente para o tucano Cássio Cunha Lima, que postula a reeleição, e a deputada estadual Daniella Ribeiro, do PP. Em pesquisas iniciais divulgadas oficialmente por meios de comunicação, Cássio está na liderança de intenções de voto na corrida pelo Senado, enquanto Daniella leva desvantagem ora para Veneziano Vital (PSB), ora para Luiz Couto (PT).
Apurou-se que a coordenação da campanha de Lucélio Cartaxo, de que faz parte o prefeito de João Pessoa, Luciano, irmão gêmeo do postulante, tem operado com vistas a evitar fracionamento que beneficie os concorrentes. Romero Rodrigues, cuja mulher, a doutora Micheline, é candidata a vice na chapa de Lucélio, elogiou a “trajetória brilhante” de Daniella Ribeiro na política, destacou resultados de seu trabalho como deputada e pediu que votassem nela para senadora. “Vamos, juntos, eleger a primeira mulher senadora pela Paraíba”, exortou o alcaide da cidade Rainha da Borborema. Como num ensaio sincronizado, na sequência do discurso de Romero os vereadores de sua bancada negaram divisão na aliança e comprometeram-se a votar na chapa fechada.
Irmã do deputado federal Aguinaldo Ribeiro, que é líder do governo Temer na Câmara Federal, a deputada Daniella evita passar recibo de inconformismo com eventuais sinais de omissão do seu nome em palanques que estão sendo montados em diferentes localidades da Paraíba. Daniella Ribeiro frisou que confia no reconhecimento popular não só ao trabalho que já vem empreendendo, como na aceitação às propostas que tem formulado para uma atuação no Senado, em defesa dos interesses da Paraíba e do Nordeste. Aproveitou para fazer um alerta contra “pescadores de águas turvas”, interessados em fomentar o divisionismo na chapa de que participa.


OsGuedes

Nenhum comentário