Header Ads

CMCG

Tite diz estar "em paz" após classificação e promete tomar caipirinha



“Em paz”. É assim que Tite irá com a seleção brasileira para as oitavas de final da Copa do Mundo na visão de Tite. Depois da vitória sobre a Sérvia que classificou a equipe, o treinador se mostrou mais calmo em relação ao torneio e prometeu tomar a tradicional caipirinha.

“Aparentemente, em paz. Hoje eu vou tomar caipira, eu vou. Me permito”, brincou o treinador. “Copa do Mundo são relações humanas, e tem que sentir como se estabelece o vestiário, os atletas, a responsabilidade, a alegria, o orgulho...”.
Questionado se a equipe atingiu o nível que ele esperava, Tite disse ainda ver margem para evolução, mas considerou “tranquilo” o estágio em que se encontram neste momento da competição. “A gente procura fazer um fiel da balança. Se está pilhado, pilha menos. Se está menos, pilha menos. A equipe tem mais a crescer. Está dentro daquilo que nós buscamos, e a busca é padrão igual para melhor”.
Passada uma fase de grupos em que esteve longe da tranquilidade, Tite afirmou que a Copa do Mundo tem uma característica diferente dos demais jogos. Para o treinador, as boas atuações prévias ao torneio criaram uma grande expectativa em torno da seleção.
“A gente abraça expectativa. Essa equipe arrebentou durante toda a fase de classificação, nós recuperamos, nos amistosos e nos amistosos recentes. Criou uma expectativa excessivamente alta, só que o Mundial é um novo ciclo, um novo formato. Eu queria que ela arrebentasse igual arrebentou no segundo tempo contra a Croácia, contra a Áustria, mas o Mundial tem característica diferente. Foi criada uma expectativa do tamanho do que ela própria criou, mas (vai) evoluindo e se consolidando”.
seleção brasileira venceu a Sérvia por 2 a 0 nesta quarta-feira (27) e garantiu a classificação para as oitavas de final na primeira colocação. Na próxima fase, o time de Tite terá pela frente o México, no dia 2.
Confira as demais falas de Tite na entrevista coletiva:
GABRIEL JESUS TITULAR E FIRMINO NO BANCO
Sobre o Firmino, eu falei que uma equipe é feita com atletas que não tem importância maior do que outro, mas com características diferentes. Importâncias iguais, características diferentes. E me dói, me consome. Mas ele tem a compreensão de valor, e tem a compreensão de que em outro momento, jogando junto com o Gabriel ou não, o trabalho vai prevalecer. O Gabriel é o goleador da equipe e não abrindo mão da qualidade que tem o Gabriel, mas não abrindo mão da possibilidade de, como foi hoje, três entrarem e serem decisivos.
LESÃO DE MARCELO
Eu só sei que ele [Marcelo] teve um problema nas costas, mais do que isso... Infelizmente, eu gostaria de ter uma informação maior e o doutor pode te dar na sequência, mas sei que ele falou que “travou”. Como é que é? Espasmo do quê? [risos] Posso afirmar que isso impossibilita o cara de jogar, ele teve de sair.
OS PROTAGONISTAS
Tem uma série de atletas que vão definir e ser protagonistas. Mesmo o Gabriel Jesus, no primeiro jogo contra o Equador, guardou dois. O Paulinho era o goleador da equipe até então, protagonista. Marquinhos também. Thiago Silva, nos momentos importantes e hoje decisivo, protagonista. Miranda, com uma regularidade muito grande, protagonista. Assuntos de equipe eu não externo de forma pública.
ESPECIALISTA EM MATA-MATAS
Durante a minha carreira toda, eu fui tachado de tudo. No RS, no interior, era faceirinho. Depois, em outro momento, de retranqueiro. Mas eu tenho uma ideia muito clara de equipe e de equilíbrio. Se não tiver uma ideia equilibrada, a equipe sofre. Ou não vai ser suficientemente agressiva. Eu não posso ter essa vaidade, nós temos que ter essa sabedoria para ajustar peças. O Coutinho estava jogando muito do lado, aí veio para o meio e deixou o lado esquerdo forte, potencializou. É observar e ver onde a equipe pode evoluir. Quando eu fui campeão da Copa do Brasil, disseram ‘pá, tá especialista em mata-mata!’. Aí nós ganhamos pontos corridos. Se eu puder resumir essa situação, eu te digo assim: a margem de erro diminui muito. O nível de concentração é altíssimo, não pode permitir menos que isso. Erro zero é desumano, mas diminuir é possível.

Uol

Nenhum comentário