Header Ads

Ex-vereador campinense critica lei sancionada, mas "esquece" que se beneficiava da mesma e sustinha sete assessores em seu gabinete



Ex-vereador campinense critica lei sancionada, mas "esquece" que se beneficiava da mesma e sustinha sete assessores em seu gabinete; alguns recebendo mais de R$ 4 mil/mês

Se utilizando de um cenário, típico de intelectuais de esquerda, onde a sonsice imperativa dos discursos se traduz no “faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço”, o ex-vereador, Napoleão Maracajá gravou um vídeo criticando atitudes, outrora, adotadas por ele próprio e ainda teve a caradura de pedir compartilhamento da embustice.

No vídeo, o ex-vereador Napoleão Maracajá critica os edis da Câmara Municipal de Campina Grande (CMCG), que segundo ele teriam criado, através de um projeto de Lei quase 300 cargos sem concurso público. O sindicalista faz uma encenação comovente e dissimuladamente preocupado com o fato.

O problema é que as Leis sancionadas no último dia 26 de março deste ano (2018), apenas regulamentam os cargos já existentes na CMCG, limitam a quantidade de assessores por gabinete e estabelecem critérios sobre a admissão de pessoal para assessoramento por tempo determinado.

Napoleão Maracajá afirma ainda no vídeo, que a criação da Lei é grave, uma afronta à população e diz ser necessário exigir a revogação da referida lei, além de fazer um chamamento para que a Câmara Municipal seja ocupada até que a lei seja extinta.

O que Maracajá esquece ou faz questão de esquecer é que durante o período em que foi vereador, só em seu gabinete sustinha, com o mesmo dinheiro público que agora repudia, sete assessores; alguns desses recebendo mais de R$ 4 mil/mês.

Comprovar que esses sete assessores trabalhavam efetivamente, à época para o ex-vereador Napoleão Maracajá? Talvez, quem pode assegurar?! O que se sabe é que o ex-vereador mente quando diz que os vereadores da atual legislatura advogam em causa própria e que criaram uma lei para a contratação ou regulamentação de 300 cargos. Isso definitivamente não procede.

E para quem deseja tomar posse da verdade dos fatos e constatar quem está com ela e não se deixar ser utilizado como massa de manobra, principalmente neste ano de eleições, visitem o site da Câmara Municipal de Campina Grande: https://www.camaracg.pb.gov.br/ e também o portal da transparência: https://www.camaracg.pb.gov.br/transparencia/.

Não se permita ao engodo político daqueles que desejam crescer sobre às mazelas de um povo já tão sofrido.

Leia também


CMCG EMITE NOTA E ESCLARECE SOBRE REGULAMENTAÇÃO DE CARGOS NO LEGISLATIVO

Nenhum comentário