Header Ads

CMCG

Romero participa do I Fórum G20+20 e solicita apoio do BNB para implantação do Polo da Moda no Complexo Aluízio Campos


Após cumprir importante agenda em Brasília no meio de semana, o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, seguiu para Fortaleza-CE, onde participa, a convite do Banco do Nordeste (BNB), nesta quinta-feira, 23, do I Fórum G20+20 de Cidades Médias, que tem por objetivo estimular a troca de experiências, viabilização de capacitações técnicas e estruturação de negócios.

Ao lado do empresário Dalton Gadelha, um dos palestrantes do evento, que acontece na sede do BNB, Romero está aproveitando a oportunidade para apresentar as potencialidades da cidade.

Ele entregou formalmente ao superintendente do banco na Paraíba, Jorge Viana, o projeto para implantação do Polo da Moda, no Complexo Aluízio Campos.

O equipamento, projetado para se instalar às margens das BRs 230 e 104, numa privilegiada área por onde passam mais de 16 mil veículos por dia, contará com espaço comercial para abrigar 750 empresários dos setores têxtil, calçadista e do artesanato. Tudo isso, segundo o prefeito, ao longo de 12 mil metros quadrados, que deverão contemplar ainda praças de alimentação e um amplo estacionamento.

Além da entrega formal do projeto, o prefeito Romero Rodrigues está solicitando o apoio com recursos do Banco do Nordeste.

“Estamos aqui ao lado de mais 39 prefeitos de cidades médias e dinâmicas do Nordeste e região norte de Minas Gerais e Espírito Santo. E o que queremos é aproveitar esse espaço de diálogo permanente entre o BNB e a iniciativa privada para construir um ambiente de desenvolvimento dessas cidades. Na nossa visão, isso se torna mais fácil quando se busca e se consegue parcerias com investidores em regime de concessão e PPP , induzidas pelo BNB”, afirmou.

Participam do I Fórum G20+20 de Cidades Médias o presidente do Banco do Nordeste, Marcos Costa Holanda, além do embaixador de Israel no Brasil, Yossi Shelley, técnicos e economistas da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Na ocasião, Romero ainda defendeu a ideia de que, a partir de 2018, o Fórum seja realizado anualmente em uma das cidades participantes.

Nenhum comentário