Header Ads

Paraibano começa neste domingo com quatro jogos, e dez clubes vão brigar pelo título estadual


Após uma longa espera, a bola enfim, vai rolar na 108.ª edição da divisão principal do futebol paraibano. O Campeonato Paraibano 2018, começa neste domingo (07) e vai até o dia 8 de abril. Os jogos todos vão acontecer dentro das 16 datas disponibilizadas pela CBF.
Ao todo, 10 clubes vão participar da competição este ano, e brigarão pelo título estadual, que tem o Botafogo como atual campeão, e maior vencedor da competição. O Campinense é o segundo  maior vencedor da competição com 21 títulos.
Este ano, os clubes estão distribuídos em dois grupos, com cinco cada. No Grupo A, ficaram Auto Esporte, Botafogo-PB, Campinense, Nacional de Patos e Sousa; no Grupo B, estão Atlético de Cajazeiras, Desportiva Guarabira, CSP, Serrano-PB e Treze.
A competição organizada pela Federação Paraibana de Futebol, garante duas vagas para a Copa do Brasil de 2019, uma para a Copa do Nordeste de 2019 e duas vagas na Série D do Brasileiro de 2019.
Todas as dez equipes fizeram testes, mas apenas duas conseguiram fechar a pré-temporada com 100% de aproveitamento: Campinense e Atlético de Cajazeiras.
O Treze foi o que realizou o maior número de jogos-treino, cinco ao todo. Campinense, CSP, Serrano-PB realizaram quatro. Auto Esporte, Botafogo, Desportiva Guarabira, Nacional de Patos e Sousa vem em seguida, com três amistosos cada. O Atlético de Cajazeiras fecha o grupo com dois amistosos realizados.
Entre todos, apenas o Campinense e o Atlético de Cajazeiras fecharam a fase preliminar com o aproveitamento de 100%
A primeira rodada reserva neste domingo, quatro jogos. Em João Pessoa, no estádio O Almeidão, o Botafogo enfrenta o Serrano, em partida marcada para às 16h, E quem comanda a partida é Diego Roberto (FPF), auxiliado por Oberto Santos (CBF) e Josiel Ferreira (CBF). Renan Guilherme (FPF) é o quarto árbitro do jogo.
O Belo está com um elenco totalmente reformulado em relação ao que disputou a temporada passada. O Bota que esta semana perdeu os volantes Djavan e Patrick Mota, está pronto para a estreia. Na véspera da estreia, o técnico Leston Júnior fez alguns ajustes e comandou um treino tático de posicionamento com o elenco do Belo. A última parte do treino os jogadores trabalharam jogadas de finalizações.
Ao todo o Belo fez três testes para o início das competições. O primeiro foi um jogo-treino contra a equipe sub-19, depois foi a vez de enfrentar o América em Natal e por último o Botafogo recebeu o time Potiguar em João Pessoa. Humberto, Rafael Jataí, Allan Dias e João Pedro são agora os volantes disponíveis para o treinador Leston Júnior.
 No último coletivo, o comandante utilizou os três primeiros, fechando a meia-cancha com Hiroshi encarregado pela armação do time. Posteriormente, Humberto deu lugar ao atacante Marlon, sendo testado um esquema com três atacantes. O atacante Dico, um dos poucos remanescentes do elenco que disputou a temporada passada, fez uma avaliação sobre o novo time, que é comandado pelo técnico Leston Júnior. E mais do que isso, o camisa 11 ainda fez uma comparação entre as principais características dos dois elencos. Segundo o atacante, o atual time do Belo não é nada semelhante aquele que disputou a Série C até o mês de setembro de 2017.
Neste sábado, seguindo a programação, o Belo fez o último treino pela manhã no CT da Maravilha.

Em outra partida da rodada, marcada para às 16h, o Treze vai receber o Auto Esporte no Estádio Presidente Vargas. Renan Roberto (CBF) vai apitar a partida e será auxiliado por Luis Filipe (CBF), Adailton Anacleto (FPF). O quarto árbitro é Thiago Galdino (FPF).
O Galo deve mandar a campo o mesmo time que na última quinta-feira, empatou com o Cordino em 1 x 1 no pré-nordestão. A expectativa da torcida estava voltada para a reestreia do meia Marcelinho Paraíba. O meia no entanto, não foi regularizado a tempo, e desfalca o time na estreia.

Os dois jogos do Sertão acontecem às 17h. Em Sousa, o time da casa recebe o CSP no Estádio Marizão. Quem apita o confronto é Pablo Alves (CBF), auxiliado por Kildenn Tadeu (CBF) e Tarcísio José (FPF). Adeilson Sales é o quarto árbitro.
Também às 17h, Atlético de Cajazeiras e Nacional de Patos, jogam no Estádio Perpetão. E o trio de arbitragem é CBF. Emanuel Diniz apita o jogo e é auxiliado por Tomaz Diniz e Márcio Freire. O quarto árbitro é Tiago Ramos (FPF).

Campinense e Desportiva Guarabira fecham a primeira rodada do estadual no Amigão, na terça-feira, às 20h. E quem apita o jogo é João Bosco Sátiro (CBF). Ele vai ser auxiliado por José Maria Neto (CBF) e Michelson Nóbrega (FPF). Gustavo Estevão (FPF) é o quarto árbitro.
O Campinense está confiante de que fará uma boa temporada. Em três amistosos oficiais e um jogo-treino, o aproveitamento da equipe do Campinense fecha nos 100% durante a pré-temporada. O Campinense venceu os amistosos contra o selecionado de Galante (3 a 0), Auto Esporte (1 a 0) e contra o Santa Cruz-RN (2 a 0), e ainda fechou a pré-temporada com uma boa vitória sobre jogadores de suas categorias de base (7 a 0).
Apesar do bom rendimento o time e a diretoria do clube mantém cautela quanto a competição estadual.
Contando, com as sete baixas no final de 2017 durante a pré-temporada, a Raposa apresenta um elenco mais reduzido do que fora proposto inicialmente e, apesar da procura por novas contratações, a opção é de aperfeiçoar os jogadores do elenco para as posições.
O elenco que deve entrar em campo deve ser a base que já vem sendo utilizada nos amistosos com poucas surpresas. Celso Teixeira está escalando o time com: Jefferson; Alex Murici, Rafael Jensen, William Goiano, Thiaguinho; Marcelo Silva, Fernando Pires, Jean Carlos, Thiago Potiguar; Marcinho e Muller Fernandes.
A meta da Raposa  no primeiro semestre, e conquistar o título estadual, e consequentemente, voltar a disputar a Copa do Nordeste e Copa do Brasil em 2019.


PB Agora

Nenhum comentário