Header Ads

Ex-presidente oficializa desejo de suceder Temer

Ex-presidente da República e senador, Fernando Collor de Mello (PTC-AL) confirmou nesta sexta-feira que pretende voltar ao cargo que ocupou entre 1990 e 1992, quando sofreu impeachment. Collor ofereceu seu nome ao PTC para disputar a sucessão de Michel Temer (PMDB) nas eleições de 2018.
“Tenho uma vantagem em relação a alguns candidatos porque já presidi o país. Meu partido, todos conhecem. Todos sabem o modo como eu penso e ajo para atingir os objetivos que a população deseja para a melhoria de sua qualidade de vida”, afirmou o senador, durante uma entrevista à rádio Gazeta FM, de Arapiraca (AL), que pertence às organizações Arnon de Mello, empresa da sua família, repercutiu o site da revista Veja.
O partido de Collor que “todos conhecem” é o nanico Partido Trabalhista Cristão (PTC), que não tem deputados no Câmara e tem o alagoano como seu único senador.
O PTC é o sucessor do finado Partido da Reconstrução Nacional (PRN), legenda pela qual Fernando Collor se elegeu presidente da República em 1989, quando derrotou Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no segundo turno.

veja.com

Nenhum comentário