Header Ads

Prefeitura de Campina garante quitar retroativo mês a mês para fucionalismo

A Prefeitura de Campina Grande iniciou, na folha de pagamento do mês de novembro, o pagamento dos salários dos servidores que recebem acima do salário mínimo nacional, com o aumento de 4.31%, aprovado recentemente pela Câmara Municipal a pedido do Executivo. No pagamento de novembro, os servidores receberam o percentual de aumento relativo ao próprio mês de novembro e, também, o percentual de aumento relativo ao primeiro mês de vigência do reajuste (maio).

Vale lembrar que o aumento entrou em vigor recentemente porque o Sintab demorou a aceitar o percentual sugerido e possível, gerando um acúmulo de seis meses de reajuste sem o repasse mensal definido entre as partes. Com a aceitação do reajuste, a PMCG promoveu o envio da proposta para votação na Câmara e, a partir de então, iniciou o pagamento dos salários já com o reajuste e com a quitação do retroativo, de acordo com a capacidade financeira da PMCG, fato que foi amplamente divulgado.

O compromisso desta administração, sempre visando o melhor para os servidores municipais, é o de repassar, mensalmente, os valores referentes a cada parcela mensal, até a quitação por completo, como foi feito com a folha de novembro.

É assim, com responsabilidade e compromisso com os servidores e com as finanças municipais, que a atual administração conseguiu equilibrar as finanças da Prefeitura, conquistando a tão sonhada capacidade de investimentos próprios e a capacidade de realizar o pagamento dos servidores em um único dia, dentro do mês trabalhado e, quando possível, antecipando a data de pagamento contida no calendário anual divulgado no mês de janeiro – como temos feito há 21 meses consecutivos.

Desta forma, o nosso propósito é o de continuar com a política adotada pelo prefeito Veneziano Vital do Rego, de unir todos os esforços para que a atenção com os nossos servidores seja mantida, com o respeito adotado através dos vários benefícios que esta administração tem gerado para a categoria.


Assessoria

Nenhum comentário