Header Ads

Chapas descumprem estatuto e eleição do Sebrae/PB é adiada para 15 de dezembro; Julio Rafael diz que atitude visa barrar interferência de Maranhão



Continua impasse nas eleições para o Sebrae/PB. Desta vez as chapas descumpriram o Estatuto e pleito foi adiado para 15 de dezembro. A decisão foi do Conselho Deliberativo da institiução e levou em consideração o fato de nenhuma das chapas ter inscrito o conselho fiscal, previsto no estatuto. O presidente do conselho, Mário Borba, reconheceu a falha durante do processo eleitoral.

O atual superintende da Instituição, Julio Rafael (PT) disse que essa atitude visa barrar interferência do governador José Maranhão (PMDB).

"O conselho sabiamente costurou um espaço de tempo para constuir essa eleição dando uma demostracao clara de que nao vai aceitar a interferencia rasteira e pequena do governador do Estado", disse.

Na Paraíba, as eleições tomam nível de disputa político-partidária, com dois petistas disputando o posto. Duas chapas concorrem a Diretoria Executiva. São elas: Júlio Rafael Jardelino da Costa – tenta a reeleição, tendo como companheiros de chapa Luiz Alberto Amorim (diretor técnico) e Ricardo Jorge Madruga (Administração e Finanças). Eles foram indicados pela Femipe.

Encabeçam a chapa indicada pela Secretaria de Estado do Turismo e Desenvolvimento Econômico, Anselmo Guedes Castilho (superintendente), Valdey Ventura Paulo (diretor técnico) e Rui Cezar Leitão (administração e finanças).

Para a eleição da presidência do CDE concorrerão o presidente da Federação das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte do Estado (Femipe), Antônio Gomes de Lima; o presidente da Federação das Associações Comerciais e Empresariais da Paraíba (FACEPB), Alexandre Beltrão Moura e; o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado (Faepa), Mário Borba.

A eleição do Sebrae da Paraíba é decidida por treze votos, num colégio integrado por representantes dos três bancos oficiais (BNB, Brasil e Caixa Econômica), dois do governo do Estado (Secretaria de Turismo e Desenvolvimento Econômico e Cinep), UFPB, Sudene, Sebrae Nacional, Fiep, Fecomércio, Fetag, Federação da Pequena e Microempresa e Federação das Associações Comerciais.

Simone Duarte

Nenhum comentário