Ivonete mostra insatisfação e magoa com Saulo Germano e não vota nele na mesa diretora



O clima na posse dos vereadores de Campina Grande foi na sua grande parte de cordialidade e alegria, mas um momento mostrou o que vem por ai. A vereadora Ivonete Ludgerio (PSD), ex-presidente da Câmara e que foi rejeitada pela maioria na corrida pela sua reeleição para o comando da Casa Felix Araújo, mostrou toda a sua indignação contra o vereador Saulo Germano (PSC).

Saulo Germano é tido como o articulador que deu inicio ao boicote ao nome de Ivonete que era tida como favorita a sua própria sucessão, mas que amargou o abandono de um dos seus articuladores que a levou a presidência em 2016, Ivonete diz que foi insultada pela assessoria do candidato que usou redes sociais para denegrir a sua imagem.

Ivonete Ludgerio fez questão de votar em todos da chapa encabeçada por Marinaldo Cardoso menos em Saulo Germano, mostrando claramente que magoas ficaram contra o vereador. Segundo informações houve desrespeito do vereador com Ivonete Ludgerio nas articulações para a mesa diretora.

O clima é de magoa e que marca de território e que pode causar problemas para o prefeito Bruno Cunha Lima.

Os passos de Ivonete Ludgerio na Câmara de vereadores serão acompanhados de perto para se ver o tom do afastamento ou não do grupo governista. Ivonete deixou claro que ninguém fala por ela. “Não admito assedio moral durante esses dois anos, e alguns pagarão na justiça o que estão fazendo comigo, não admito que possam falar o que não penso, por mim, nem meu marido fala por mim, quanto a Saulo Germano o meu problema foi com os seus assessores que falaram de mim em grupos de whatsApp”.

Ivonete Ludgerio se disse insultada por assessores do vereador Saulo Germano. “A minha palavra é uma só, nunca levei para casa o que não foi meu, devolvi no dia 29 e 31 de dezembro devolvi mais de um milhão de reais”.



pagina1pb

Nenhum comentário