Header Ads

Impasse no PT adia definição do tempo e ordem do guia eleitoral nas eleições em João Pessoa

 



O impasse gerado com a inclusão do PT em duas chapas majoritárias na disputa para prefeito de João Pessoa, adiou a definição do tempo de participação dos candidatos no guia eleitoral no rádio e na televisão para o dia 7 de outubro. A definição foi tomada em sessão coordenada pela juíza eleitoral da 1ª Zona, Cláudia Evangelina Chianca Ferreira de França, na manhã desta sexta-feira (2).

A propaganda eleitoral gratuita tem início no dia 9 de outubro e segue até 12 de novembro, para o primeiro turno. Se houver segundo turno, será de 20 a 27 de novembro. A definição do tempo e a ordem de participação dos candidatos a prefeito da capital no horário eleitoral só definido dois dias antes.

O grande imbróglio é que o PT está em duas coligações: uma com a candidatura própria de Anísio Maia (PT), referendada em convenção municipal da legenda; e em outra, coligada com o PSB, em apoio à candidatura de Ricardo Coutinho a prefeito e com o petista Antônio Barbosa, na vice.

O caso deve ser definido pelo juiz da 64ª zona eleitoral, Fábio Leandro de Alencar Cunha, que deu prazo de três dias para que Anísio Maia apresente defesa na ação de impugnação de candidatura proposta pelo Ministério Publico Eleitoral, devido ao fato do diretório Nacional do PT ter formalizado apoio ao nome de Ricardo Coutinho em detrimento da candidatura própria da legenda na capital.

Debate

O tempo curto entre a definição a qual candidato ficará o tempo do PT, o segundo maior dentre os partidos ativos no estado, foi alvo de questionamento de representantes partidários, que se sentiram prejudicados. Apesar das queixas, a juíza Cláudia Evangelina afirmou que a Justiça Eleitoral está dentro do prazo estabelecido no calendário eleitoral, que é de até o dia 7 de outubro para realizar o sorteio.

Segundo Cláudia Evangelina, o juiz que está responsável pela análise da situação do PT deve definir a situação apenas na quarta-feira (7).

Geração do guia

Durante a reunião foi definido apenas a ordem das emissoras que devem gerar o horário eleitoral gratuito na TV e rádio. Antes do sorteio, houve um debate entre representantes de partidos e de emissoras de rádio e televisão sobre o meio de envio dos guias eleitorais pelas coligações e partidos às emissores de rádio e TV, bem como sobre os horários ideais para a entrega das mídias.

Em consenso, ficou definido que a TV Cabo Branco será a primeira emissora responsável pela geração do guia eleitoral. Em seguida, a responsabilidade ficará a cargo da TV Correio, TV Arapuan, TV Manaíra e, por fim, TV Tambaú. Caso haja segundo turno, o guia eleitoral será gerado pelas emissoras seguindo a mesma ordem. O guia nas rádios ficará a cargo da Rádio Tabajara.


jornaldaparaiba


Nenhum comentário