Header Ads

Procuradoria da UFPB emite parecer pela anulação da eleição para reitor



Um parecer emitido pelo procurador da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Carlos Octaviano Mangueira, pediu a anulação da consulta para reitor da Instituição vencida pela chapa 2, das candidatas Terezinha Domiciano e Mônica Nóbrega.

O parecer  “sugere ao CONSUNI que anule a consulta realizada, devendo o processo prosseguir em seus ulteriores termos sem qualquer prejuízo, já que por força do parágrafo único do art. 28 da Resolução CONSUNI nº 04/2020, a lista tríplice ainda será elaborada por votação em escrutínio único feita pelos três Conselhos Superiores da UFPB (art. 37 do Estatuto)”.

O procurador ainda aponta que a consulta não tem “qualquer efeito vinculante sobre essa votação que se realizará” para a escolha do novo reitor.

O Conselho Universitário (Consuni) deve convocar uma reunião para deliberar sobre a listra tríplice em até três dias após a homologação do resultado da consulta.

A UFPB comunicou que relatório será divulgado hoje pela comissão organizadora da consulta on-line, presidida pelo professor Ângelo Melo. O documento será apreciado pelo Consuni na próxima semana, após o feriado de 7 de setembro.



wscom

Nenhum comentário