Header Ads

Secretário de Saúde do Estado alerta situação de CG, mas Hospital inaugurado esta de portas fechadas


O Secretário de Estado da Saúde (SES), Geraldo Medeiros, comentou em entrevista nesta sexta-feira (26), a situação da ocupação de UTIs na Grande João Pessoa (74%) é confortável e que a Paraíba conseguiu superar os 100 dias da pandemia com leitos para todos os pacientes.

Apesar disso, o médico alerta. “A população precisa entender que ainda não ganhamos o jogo, ao longo dos últimos 60 dias vários estados entraram em colapso na rede pública e a Paraíba conseguiu superar os 100 dias sem observar cenário semelhante de paraibanos necessitando de leito de UTI e circulando em ambulância sem encontrá-lo”, disse.

A ocupação em João Pessoa, de acordo com o boletim desta quinta-feira (25) da Secretaria de Estado da Saúde (SES), é de 74%, mas, de acordo com o secretário, flexibilização não é para o povo ir para a rua e aglomerar, porque “aí sim teremos uma segunda onda como estamos observando em Curitiba, Porto Alegre, Belo Horizonte. É preciso ter cautela”, afirmou.

Em contrapartida estão os municípios de Campina Grande, Patos e Guarabira. O secretário lembrou que houve um grande número de novos casos e, hoje, as três cidades são as que mais preocupam a SES. “São cidades que não seguiram as orientações da Secretaria de Estado da Saúde e promoveram flexibilização mais ampla e consequentemente Campina Grande hoje tem o R (poder de duplicação viral) de 2.9 que é o maior do estado e a probabilidade é de termos para daqui há 15 dias um aumento no número de casos”, disse.

Mas um detalhe passou despercebido pelo secretário é que segundo os dados da Secretaria de Saúde Campina Grande emitidos através do boletim diário mostra que 66% de UTI’s e 34% de enfermarias estão ocupadas e que o recente inaugurado Hospital das Clinicas do Governo do Estado ainda está de portas fechadas e sem serventia até o momento em CG.

Nenhum comentário