Header Ads

Rondônia: Governador acompanha pessoalmente testagem rápida e entrega de kits na hora de medicamentos, inclusive hidroxicloroquina, aos pacientes com Covid-19


Muito importante a iniciativa do Governo de Rondônia no enfrentamento à Covid-19. Lá eles estão fazendo testes rápidos no estacionamento do Palácio Rio Madeira, em Porto Velho, em que as pessoas, principalmente as idosas, não saem do carro, e caso confirmada a Covid, os pacientes recebem na hora o kit com medicamentos, a base de hidroxicloroquina e azitromicina.

VEJA A MATÉRIA COMPLETA :

O governo de Rondônia realizou neste sábado (6) testes rápidos para diagnóstico da Covid-19 no estacionamento do Palácio Rio Madeira em Porto Velho. A ação foi direcionada para pessoas sintomáticas e o público foi atendido sem precisar sair dos veículos, através de drive-thru.

O governador, coronel Marcos Rocha, acompanhado do secretário de Estado da Saúde (Sesau), Fernando Máximo, orientaram a população sobre a importância das ações de enfrentamento a pandemia. Conforme levantamento parcial, foram realizados mais de mil testes, destes 112 tiveram resultado positivo. Aqueles que testaram positivo já receberam as orientações pertinentes ao caso e kit de medicamentos no local.

A ação foi dividida em três etapas: realização do teste rápido, em seguida houve o procedimento de notificação do caso e  entrega do resultado do exame.   A iniciativa faz parte da ação Mapeia Rondônia para ampla testagem dos rondonienses, coordenada pelo governo de Rondônia, através da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau). Os testes nesta primeira etapa é para os que apresentam sintomas de síndrome gripal por mais de sete dias. Esse exame detecta a presença de anticorpos produzidos pelo corpo humano contra o vírus, e essa defesa não acontece antes dos sete dias.

A ampla testagem é considerada uma estratégia fundamental para controlar o avanço da doença em Rondônia que já registra 6.862 casos confirmados, sendo 4.545 só em Porto Velho, e 213 óbitos em todo o Estado, destes 154 na Capital. E mantém taxa alta de ocupação de leitos de UTI (Unidade de Tratamento Intensiva). Em coletiva de imprensa realizada hoje (6), o secretário de Estado da Saúde (Sesau), Fernando Máximo, reforçou que os testes rápidos realizados pela Sesau foram acompanhados da entrega de kits de medicamentos nos testados positivos para que o combate à doença seja mais efetivo. ‘‘Fez o exame, deu positivo já recebe o kit de medicamentos. Essa testagem é importante porque identificar as pessoas que já estão infectadas com a doença, e agora vamos isolá-las e tratá-las, e evitar que disseminem o vírus. Nós queríamos que não tivessem positivos, mas já que estão positivos é melhor que estejam conscientes disso e passem por tratamento’’, considera.

O kit de medicamentos distribuído é composto de doses completas para todos os dias de tratamento com cloroquina e azitromicina. ‘‘Passamos todas as orientações de como tomar os medicamentos, assim também como informações de quem pode e não pode. Ninguém é forçado a fazer uso dos mesmos, nos oferecemos a todos que não tem contraindicação e todos que queiram tomar nessas condições, há um termo de consentimento, e vão tomar os medicamentos’’, esclarece.

O secretário informou que através dessa ação está se oferecendo algo a mais para os pacientes, além do que preconiza a função do Estado, pois o tratamento domiciliar é função dos municípios. Só os casos tratados na rede estadual pública hospitalar é função do Estado. ‘‘Por prerrogativa legal o Estado não tem essa função, é dos municípios, então estamos fazendo além da nossa parte para estarmos ajudando, pois são vidas humanas’’. Quem recebe o diagnóstico de positivo também é avaliado quanto à gravidade do caso para identificar se necessita de internação ou não. Caso não haja necessidade de internar, o tratamento em casa deve ser acompanhado pela Vigilância Epidemiológica Municipal.   ‘‘No momento que testa positivo é feito um registro no sistema e é informado a Vigilância Epidemiológica de Porto Velho para que faça o acompanhamento’’, assegura o secretário.   Cícero Pacheco, 63 anos, que estava há dias sentindo dor de cabeça, febre e dor no corpo conseguiu através do drive-thru de testes rápidos  a comprovação que está mesmo com a doença, agora ele poderá tratar de forma adequada. ”Essa foi uma ótima iniciativa, o povo estava precisando”, pontua.

 Desde o dia 3 e até terça-feira (9), a testagem do Mapeia Rondônia acontece de forma simultânea nos 52 municípios, sendo as estratégias de realização dos testes rápidos definidas pelos municípios. ‘‘Agradeço às secretarias municipais porque se não fossem elas não conseguiríamos fazer uma ação tão grande’’, disse o secretário Fernando Máximo. Agradeceu ainda a bancada federal que através de emendas permitiu a compra dos testes rápidos. Conforme balanço parcial dos primeiros dias da ação Mapeia Rondônia, dos 8.991 testes aplicados, 995  deram positivo e 7.996  tiveram resultado negativo. O Mapeia Rondônia é executada em uma ação conjunta com Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa), Defesa Civil, Corpo de Bombeiros Militar (CBM/RO), 17ª Brigada de Infantaria de Selva e o Conselho de Secretários Municipais do Estado de Rondônia (Cosems/RO). O Drive-Thru dos testes rápidos teve ainda apoio da Casa Militar, da Superintendência de Gestão de Gastos Públicos Administrativos (Sugesp),  da Superintendência da Juventude, Cultura, Esporte e Lazer (Sejucel), da Polícia Militar (PM/RO) e Polícia Rodoviária Federal (PRF

TESTAGEM NOS 52 MUNICÍPIOS

Desde o dia 3 e até terça-feira (9), a testagem do Mapeia Rondônia acontece de forma simultânea nos 52 municípios, sendo as estratégias de realização dos testes rápidos definidas pelos municípios. ‘‘Agradeço às secretarias municipais porque se não fossem elas não conseguiríamos fazer uma ação tão grande’’, disse o secretário Fernando Máximo. Agradeceu ainda a bancada federal que através de emendas permitiu a compra dos testes rápidos. Conforme balanço parcial dos primeiros dias da ação Mapeia Rondônia, dos 8.991 testes aplicados, 995  deram positivo e 7.996  tiveram resultado negativo. O Mapeia Rondônia é executada em uma ação conjunta com Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa), Defesa Civil, Corpo de Bombeiros Militar (CBM/RO), 17ª Brigada de Infantaria de Selva e o Conselho de Secretários Municipais do Estado de Rondônia (Cosems/RO). O Drive-Thru dos testes rápidos teve ainda apoio da Casa Militar, da Superintendência de Gestão de Gastos Públicos Administrativos (Sugesp),  da Superintendência da Juventude, Cultura, Esporte e Lazer (Sejucel), da Polícia Militar (PM/RO) e Polícia Rodoviária Federal (PRF

Nenhum comentário