Header Ads

Psicólogo Rossandro Klinjey debate sobre preconceito em sessão remota da CMCG

,



A sessão ordinária remota da Câmara Municipal de Campina Grande, na próxima quinta-feira (04), vai contar com a participação do psicólogo Rossandro Klinjey. Escritor, palestrante, mestre em saúde coletiva e consultor de programas de Televisão e rádio, Klinjey vai falar um pouco sobre tema “Preconceito em época de pandemia”. A sessão inicia às 09:30. 

A participação do renomado psicólogo reforça a campanha da CMCG, iniciada na semana passada, contra o preconceito  às pessoas que contraíram a Covid-19. Muitos são os relatos de pacientes que, além de ter que enfrentar os problemas relacionados com a doença, sofrem com o preconceito e a solidão. O mesmo acontece com profissionais da saúde, que na luta para combater o coronavírus, foram contagiados.


“É uma grande honra ter a presença de Rossandro Klinjey na nossa sessão remota. Sua experiência e enorme carga de conhecimento vai nos ajudar a entender melhor esse problema do preconceito contra as pessoas infectadas com a Covid-19”, explicou a presidente Ivonete Ludgério, para em seguida agradecer a disponibilidade do psicólogo em participar da sessão. 

Klinjey é escritor, psicólogo clínico e mestre em saúde coletiva. Autor do livro “Eu escolho ser feliz”, entre outros. Também é consultor de programas de televisão e rádio para temas relacionados a comportamento, educação e família. Seus vídeos nas redes sociais já alcançaram mais de 100 milhões de visualizações. Ele também foi professor universitário por mais de dez anos e, atualmente, dedica-se a palestras no Brasil, na Europa e nos Estados Unidos.

A sessão remota desta quinta-feira da CMCG, assim como vem acontecendo desde o início da pandemia, será transmitida ao vivo pela TV Câmara Web. Pode ser acessada através do portal da Câmara (camaracg.pb.gov.br), ou nas redes sociais (Facebook e YouTube).

Desde o início da campanha, várias pessoas enviaram mensagens para as redes sociais oficiais da Casa de Félix  Araújo, relatando sofrer com o preconceito e a solidão após contrair o Covid-19. Qualquer pessoa poderá fazer sua pergunta, por meio de mensagem privada, que será repassada para o psicólogo responder durante a sessão. 

Nenhum comentário