Header Ads

Dados de Neymar são usados para pedir auxílio emergencial de R$600

Mais um caso de fraude envolvendo dados de famosos. Os dados do atacante Neymar Jr., do Paris Saint-Germain e da seleção brasileira, foram usado para solicitar o auxílio emergencial de R$ 600. O pedido enviado à Caixa Econômica Federal conta com o CPF, data de nascimento e nome da mãe do jogador no cadastro.

O auxílio foi destinado a trabalhadores informais, autônomos, microempreendedores e desempregados durante a pandemia do novo coronavírus.

No caso da solicitação com os dados de Neymar, o auxílio foi aprovado, mas o banco está revisando a solicitação. “Seu cadastro foi identificado com indícios de desconformidades com a Lei 13.982/2020 e está sendo reavaliado”, informa o acompanhamento do auxílio emergencial.

A assessoria do jogador confirmou que ele jamais solicitou o benefício, e o banco informou ao R7 que esse processo de análise cadastral é realizado pela Dataprev, como homologação do Ministério da Cidadania.



R7

Nenhum comentário