Header Ads

No 1º dia da “Operação Proteção” da prefeitura de João Pessoa de 92 testes realizados 30 pacientes dão positivo para o Covid-19

A prefeitura de João Pessoa iniciou nesta quinta-feira (21) a ‘Operação Proteção’, que tem por objetivo realizar um monitoramento mais eficiente sobre a propagação do coronavírus nos bairros da Capital.

O resultado abre um sinal de alerta para o alta índice de pessoas infectadas, tomando como parâmetro o resultado apresentado pelas equipes da prefeitura municipal.

De 92 pessoas que se submeteram aos testes rápidos para Covid-19, neste primeiro dia da ação, 30 delas apresentaram resultado positivo para a doença, o que equivale a um percentual de 32%. 62 deram resultado negativo, ou seja, não tiveram contato com o vírus, mas não estão imunes.

Além da realização dos testes rápidos  a Operação Proteção fiscalizou, somente nesta quinta,  16 estabelecimentos comerciais e  higienizou e fez desinfecção de nove ruas do Bairro das Indústrias e do Jardim Veneza. As equipes permanecem nessa região até o próximo sábado (23) e seguem para outros bairros da Capital na próxima semana.

A ação tem o objetivo de fortalecer o isolamento social nos bairros da cidade com a implantação de barreiras sanitárias, medição de temperatura de transeuntes, testes rápidos de Covid-19, ação educativa, fiscalização do comércio, além de desinfecção de ruas e avenidas.

As barreiras sanitárias da Operação Proteção foram montadas a partir do trabalho conjunto da Superintendência de Mobilidade Urbana (Semob), disciplinando a passagem de veículos, com equipes da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), que estão verificando a temperatura dos transeuntes e pessoas no interior dos veículos. Caso apresentem alguma alteração, a pessoa é encaminhada para fazer o teste rápido de Covid-19. Neste primeiro dia, foram realizados 92 testes, sendo 30 com resultado positivo e 62 com resultado negativo.

“Todas as pessoas que têm resultado positivo já são encaminhadas para as suas unidades de saúde da família de referência para que sejam acompanhadas devidamente pelas equipes da unidade”, explicou Kalígia Deininger, diretora do Distrito Sanitário I.

Já as equipes do Procon-JP fiscalizaram 16 estabelecimentos comerciais e, desses, apenas dois estavam respeitando as determinações legais, enquanto 14 foram notificados por apresentar algum descumprimento aos decretos municipais em relação aos estabelecimentos comerciais no período da pandemia. Dos 14 estabelecimentos notificados, sete foram fechados.

Entre os estabelecimentos visitados estão lojas de roupas, salão de beleza, frigorífico, supermercados, hortifruti e lojas de material de construção. “Nossa intenção na fiscalização não é autuar, mas sim notificar e fechar, caso necessário”, afirmou Maristela Viana, secretária do Procon-JP.

Higienização – Além dos testes rápidos e fiscalizações, também foi realizada a higienização e desinfecção de vários locais dos bairros. As equipes da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedurb) atuaram em nove ruas e locais como supermercados, mercadinhos, casas de ração, bancas de verdura, farmácias e unidades de saúde da família.

As ruas que passaram pela higienização e desinfecção foram: Rua da Produção, Rua Chico Xavier, Rua Monte Sinai, Rua Dois de Novembro, Avenida Cidade de Cajazeiras (Rua do Arco), Rua Abdias Abdon Araújo, Rua da Prosperidade, Rua do Progresso e Rua da Ação.



paraibanoticia

Nenhum comentário