Header Ads

Secretaria de Planejamento convoca 22 famílias para cadastro de reserva do Aluízio Campos


A Secretaria de Planejamento, Gestão e Transparência de Campina Grande (Sepan-CG) convoca 22 famílias classificadas para compor a lista de reserva do Complexo Habitacional Aluízio Campos. Elas deverão comparecer à sede da secretaria do dia 27 de abril a 11 de maio, de acordo com datas e horários estabelecidos por cronograma (em anexo) para evitar aglomeração. “Estamos seguindo a ordem do sorteio nesta convocação. Essas pessoas chamadas vão ocupar as vagas dos que não compareceram ou desistiram de integrar a lista de espera”, explicou Tovar.
 
Os candidatos a receber unidades habitacionais precisam levar cópias legíveis e os originais dos seguintes documentos: Identidade ou Carteira de Motorista ou Carteira de Trabalho); CPF; Declaração de União Estável (se houver); Certidão de Nascimento ou de Casamento (com averbações de separação ou óbito, se for o caso); Atestado médico (com espécie, grau/nível e CID) para Pessoas Com Deficiência; para as pessoas não alfabetizadas (que não assinam o nome) é preciso levar alguém para assinar por ela. Caso o convocado seja casado, é necessário ir com o companheiro ou companheira para também assinar.
 
“Para evitar aglomeração, as pessoas convocadas deverão comparecer na data e horário descritos, fazendo uso de mascaras de proteção facial. Lembramos que as pessoas convocadas têm o prazo de quinze dias a contar de 27 de abril, para comparecer e quem não se apresentar no prazo poderá ser excluído do processo”, explicou o secretário Tovar Correia Lima, pedindo que as pessoas não levem acompanhantes, apenas quando for necessário.
 
Caso não seja possível comparecer nos horários descritos o candidato deve entrar em contato pelo telefone: 3322-7124 (pela manhã) e Watssap 8398654-9613 (horário comercial) e reagendar o seu horário, para a semana seguinte.
 
Aluízio Campos - O Conjunto Habitacional Aluízio Campos, um dos maiores núcleos habitacionais do Nordeste, com 4.100 unidades, entre casas e apartamentos, e já conta com uma população superior a 180 municípios paraibanos. A construção do complexo teve o investimento de R$ 300 milhões da União, além dos R$ 30 milhões investidos por parte da Prefeitura Municipal de Campina Grande.


Nenhum comentário