Header Ads

Romero participa de vídeoconferência com João Azevedo e Luciano Cartaxo e tem propostas bem recebidas para inclusão em novo decreto estadual


Prefeito de Campina Grande propõe ampliação de atividades consideradas essenciais e reuniões periódicas do grupo executivo

Durante uma hora e meia, na noite desta quarta-feira, 29, o prefeito Romero Rodrigues, de Campina Grande, participou de reunião, via vídeoconferência, com o governador João Azevedo e os prefeitos Luciano Cartaxo, de João Pessoa, e George Coelho, de Sobrado, presidente da Federação dos Municípios da Paraíba (Famup). Em linhas gerais, Romero discutiu com os outros gestores sobre uma pauta ampla, envolvendo a realidade atual de prevenção e controle da Covid-19 na Paraíba e um necessário debate sobre uma flexibilização gradual, responsável e experimental do setor comercial.

Romero Rodrigues, que fez uma exposição sobre a situação em Campina Grande de preparação e resultados na luta contra a Covid-19, apresentou proposta para que já se debata uma forma de promover uma flexibilização das atividades econômicas a partir de um novo parâmetro: ampliar o espectro das áreas que podem ser consideradas essenciais, que podem ser perfeitamente monitoradas e disciplinadas, sem que venha a ocorrer uma ameaça fatal à cultura atual de isolamento social tão importante, conforme tem ressaltado a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Uma outra proposta de Romero, prontamente acatada pelo grupo, é que sejam realizadam periodicamente novas reuniões para que esse gabinete de crise avance em medidas e ações conjuntas e harmônicas, no sentido de qualificar o enfrentamento ao avanço do novo Coronavírus, visando a um melhor resultado na ponta, em termos estatísticos, sem que haja uma total asfixia nas atividades econômicas.

Reunião de secretários

Como desdobramento da reunião da noite de hoje, o governador João Azevedo acertou com os prefeitos das duas principais cidades da Paraíba que, já nesta quinta-feira, 30, seja realizada uma reunião virtual entre os secretários de Saúde do Estado (Geraldo Medeiros), de João Pessoa (Adalberto Fulgêncio) e Campina Grande (Filipe Reul) e o procurador geral do Estado (Fábio Andrade) para que seja preparada uma proposta técnica.

A proposta do grupo técnico deverá dar balizamento ao novo decreto a ser assinado, com medidas objetivas sobre esta nova fase no enfrentamento do vírus no Estado, levando-se em conta possíveis novas concessões em termos de flexibilização das atividades econômicas, tendo como parâmetro sempre a curva epidemiológica em cada região ou município.

Nenhum comentário