Header Ads

Como ocorre todos os anos, Sesuma supende coleta de lixo na Sexta-Feira Santa .


O Departamento de Limpeza da Secretaria de Serviços Urbanos e Meio Ambiente (Sesuma),  de Prefeitura de Campina Grande, informa que não  haverá coleta do lixo domiciliar nesta Sexta-Feira Santa, dia 10 de Abril. Os bairros não atendidos nesse dia receberão os carros de coleta na segunda-feira, 13, quando os serviços serão retomados. Já os setores atendidos no sábado, (11), o serviço não sofrerão alteração. Haverá um plantão, caso haja necessidade, principalmente diante da pandemia. Expediente será normal nesta quinta-feira, em todas as repartições municipais.
O secretário Geraldo Nobre Cavalcante, recomenda antecipadamente, que a população evite colocar o lixo nas calçadas, neste dia, deixando-os acondicionados em sacos plásticos e só expondo para coleta na manhã da segunda-feira.
A coleta domiciliar é feita três vezes por semana na maioria das comunidades urbanas e nos Distritos de Galante, São José da Mata e Catolé de Boa Vista . Alguns setores são atendidos ás segundas, quartas e sextas-feiras, e os demais,  ás terças, quintas e sábados. A parte central ocorre coleta diariamente, principalmente no período noturno, como já corre em outras áreas da cidade.
Durante todo o ano, só dois dias não ocorrem coleta, exatamente, Sexta-Feira Santa e primeiro dia do ano, quando a empresa coletora aproveita este dia para se confraternizar com seus funcionários. O serviço de coleta domiciliar é terceirizado via licitação, e atualmente a Limpmax Construções é a responsável pelo mesmo. A Prefeitura utiliza seus funcionários e máquina pela limpeza de terrenos baldios. Outros serviços essenciais para a população serão mantidos, no feriado religioso.
Por orientação do prefeito Romero Rodrigues, todas as secretarias e autarquias da Prefeitura funcionarão normalmente nesta  quinta-feira, 09, principalmente para dá suporte a todos os profissionais que estão na linha de frente no combate ao Covid 19.
O feriado religioso da Sexta-Feira Santa,  está previsto nos termos da Lei Municipal nº 4.775, de 22 de junho de 2009, mas o pessoal da saúde, que atua nas unidades de referência na luta contra a pandemia trabalharão normalmente.

Nenhum comentário