Header Ads

Policial psicólogo cria grupo para ajudar pessoas confinadas na luta contra o coronavírus


O cenário atual gerado pela pandemia do novo coronavírus está fazendo com que muita gente ofereça algum tipo de ajuda àqueles que mais precisam. São pessoas/profissionais dos mais variados segmentos, aproveitando seus conhecimentos para, pelo menos, amenizar os efeitos da proliferação do vírus.
O Investigador Jonathan Coimbra, da Polícia Civil da Paraíba – que é também psicólogo e pós-graduando em Psicologia de Emergência e Desastres – está montando um grupo de estudantes e profissionais da área que possam dedicar parte de seu tempo para ouvir as pessoas.
“A ideia é realizar uma escuta emergencial. Estamos atravessando um momento em que muitas pessoas estão sendo obrigadas, pelas circunstâncias, a viverem confinadas em suas casas. E muitas dessas pessoas moram sozinhas, não têm família. Isso costuma gerar uma série de transtornos como ansiedade, estresse de confinamento e solidão. Então, essas pessoas precisam conversar com alguém”, disse Jonathan.
O trabalho voluntário consiste em disponibilizar um número telefônico para que os possíveis interessados possam fazer contato, construindo, então, um diálogo capaz de amenizar a solidão de quem está em confinamento.

Yoga e meditação

A primeira grande parceira do policial nessa jornada é a sua própria esposa. Alessandra Nadabya, que é fisioterapeuta e instrutora de yoga, já fez um vídeo ao vivo na tarde deste sábado, 21 de março, dando orientações sobre o poder da meditação nesse momento tão crítico que atormenta o mundo.



paraibaemqap

Nenhum comentário