Header Ads

Polícia Civil emite carteira de identidade apenas em casos de urgência


A prevenção ao novo coronavírus levou a Polícia Civil da Paraíba a suspender a emissão das carteiras de identidade. A medida foi adotada em obediência ao decreto governamental que recomendou a suspensão de atividades com grande aglomeração de pessoas. 
 
Na Paraíba, os documentos são emitidos pelo Núcleo de Identificação Civil e Criminal do Instituto de Polícia Científica (IPC). O atendimento ao público é feito nas unidades das Casas da Cidadania e postos cedidos por órgãos públicos que estão com as atividades suspensas. 
 
Segundo o chefe do Núcleo de Identificação Civil e Criminal, Acidio Pereira, os agendamentos feitos por meio da internet também foram suspensos porque não há previsão de quando o controle da doença vai permitir que os trabalhos voltem ao normal.
 
Apesar da suspensão, os casos de emissão de carteira de identidade que envolvam extrema urgência serão avaliados. O IPC disponibilizou o e-mail geicc@ssp.pb.gov.br para receber solicitações de pessoas que não podem esperar pelo retorno dos trabalhos. 
 
Por meio desse e-mail, os solicitantes devem comprovar a urgência da emissão da carteira de  identidade. Os dados serão analisados e possivelmente atendidos. “Casos como cirurgias, questões previdenciárias e decisões judiciais poderão ser atendidas, desde que comprovem a urgência”, afirmou Acidio.
 
Também foi disponibilizado o número 3264-5198 para fornecer informações à população. 
 
Por mês, o IPC emite cerca de 28 mil carteiras de identidade. Em 2019, foram 304 mil documentos emitidos. No ano passado, o IPC ainda emitiu 5.600 carteiras para idosos com direito a transporte coletivo gratuito no estado. 

Nenhum comentário