Header Ads

Laurita Vaz nega liminar e mantém prisão de empresário


A ministra Laurita Vaz, relatora da Operação Calvário no Superior Tribunal de Justiça (STJ), indeferiu o pedido de liminar impetrado pela defesa do empresário Vladimir dos Santos Neiva contra a prisão preventiva decretada, em 16 de dezembro, pelo desembargador Ricardo Vital de Almeira, relator da ação no Tribunal de Justiça da Paraíba.
No pleito, a defesa alegou que “a segregação cautelar está lastreada exclusiva em depoimentos prestados em acordos de colaboração premiada, que a competência para causa julgadora é a Justiça Eleitoral, que não há contemporaneidade na medida decretada, que a pequena gravidade da conduta e o fato de ser acusado de ser partícipe demonstram a falta de cautelaridade da medida e que não há indícios de participação que vinculem Vladimir na organização criminosa”.
Laurita Vaz nega liminar.
A ministra, porém argumentou que o pedido da defesa não pode ser reconhecida já que a documentação apresentada ao STJ está incompleta.

Maispb

Nenhum comentário