Header Ads

Em gravação, Ricardo detona família Feliciano e revela temor em entregar cargo


Além de estar supostamente envolvido em negociações de propina investigadas no âmbito da Operação Calvário, as gravações feitas por Daniel Gomes da Silva têm mostrado que o empresário também mantinha conversas de natureza política com Ricardo Coutinho.
Em novo trecho de áudio transmitido nesta sexta-feira (3) por uma rádio de João Pessoa, o ex-governador detonou Lígia Feliciano (PDT) e os familiares da então vice-governadora, o esposo Damião Feliciano e um dos filhos do casal.
No áudio, referente ao pleito eleitoral de 2018, Ricardo Coutinho externa a preocupação de sair do governo para Lígia Feliciano assumir. Para ele, havia o perigo de ela dar “um cangapé” na equipe.
– Se tivesse um instrumento que dissesse: ‘óh, tá aqui! não pode mudar nenhum membro do governo’, aí eu topava até dezembro. Saia, topava, e ela viraria governadora – afirmou RC para o empresário.
O problema para Ricardo Coutinho, no entanto, não era nem mesmo a vice-governadora, mas sim o esposo dela, o deputado federal Damião Feliciano (PDT).
O ex-governador concorda com Daniel, que chamou o pedetista de “complicado”.
Quanto ao filho do casal, o áudio não deixa claro a quem o governador se refere, visto que o casal possui três filhos, mas ele chama a pessoa de “porre” e que “o filho, eu nem deixo entrar na sala onde eu estou”.
Um dos filho do casal é o secretário de Turismo do Estado, Gustavo Feliciano e o outro é Renato Feliciano, presidente estadual do PDT da Paraíba. Além deles, há também a administradora Mariana Feliciano.
Ouça na íntegra:




paraibaonline

Nenhum comentário