Header Ads

RECONHECIMENTO INTERNACIONAL_ Pela segunda vez, modelo de gestão de João Pessoa é premiado pelo BID entre os melhores da América Latina e Caribe


O modelo de gestão inovador da Prefeitura de João Pessoa voltou a receber destaque internacional nesta terça-feira (03/12), sendo premiado pela segunda vez como um dos melhores da América Latina e do Caribe. O reconhecimento foi conferido pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), uma das maiores instituições de governança do mundo, durante seminário internacional realizado em Belo Horizonte (MG). A cidade recebeu o prêmio “Gestão para Resultados de Desenvolvimento” pelas boas práticas adotadas com “Escritório de Gestão de Projetos”, implantado desde 2014.
João Pessoa disputou com dezenas iniciativas da área de gestão pública de países como México, Argentina, Colômbia, Peru, Equador, Bolívia, Honduras e Costa Rica. No Brasil, foi a única capital do Norte/Nordeste a receber a premiação em 2019, sendo acompanhado apenas por Goiânia (GO) e pelo Governo de Minas Gerais. “Este título é muito importante para todos que fazem a cidade de João Pessoa. Construímos juntos um novo modelo de gestão por resultados, capaz de reduzir despesas, aumentar a capacidade de investimentos e fazer a máquina pública funcionar para quem mais precisa dela. Este é um legado inestimável para a nossa capital, uma cidade que agora é sustentável, inteligente e criativa, cada vez mais preparada para o futuro e que sabe aonde quer chegar”, disse o prefeito Luciano Cartaxo.
A capital paraibana, que integra a Rede de Gestão de Resultados em Governos Subnacionais da América Latina e Caribe, foi selecionada na categoria dedicada às administrações municipais e estaduais, sendo reconhecida pelas boas práticas de “Avaliação e monitoramento”. “O Escritório de Projetos tem essa função de acompanhar cada etapa de execução das ações prioritárias da administração, fortalecendo processos institucionais e conferindo maior velocidade às entregas que fazem diferença na vida da população”, disse Ívila Batista, uma das gestoras responsáveis pelo Modelo de Gestão por Resultados de João Pessoa, que também faz parte da Comunidade de Especialistas da América Latina e do Caribe em Gestão para Resultados de Desenvolvimento (CoPLAC).
A secretária de Planejamento, Daniela Bandeira, apontou que o modelo de gestão de João Pessoa tem sido decisivo para os resultados alcançados pela administração. “Adotamos práticas modernas de gestão, que permitiram tirar do papel obras e ações importantes que nunca haviam sido feitas. João Pessoa agora tem 4 UPAs, a maior rede de creches da Paraíba, a expansão do ensino integral, mais de 9.500 moradias construídas ou em construção e o maior conjunto de novas áreas de lazer da história, com obras como o novo Parque da Bica, o Largo de Tambaú e o Parque Sanhauá”, disse, depois de ressaltar que a capital concluiu um plano de ação para os próximos 20 anos, o “João Pessoa, Cidade Sustentável”.
Premiações – Além de vencer duas edições do prêmio entregue pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) a Prefeitura de João Pessoa também recebeu, na última sexta-feira (29/11), mais uma premiação do Conselho Federal de Administração, desta vez por apresentar o melhor Índice de Governança Municipal (IGM) entre os maiores municípios da Paraíba. João Pessoa também foi eleita como “cidade criativa” pela Unesco, em 2017, e foi referendada como a capital com a maior qualidade de vida do Nordeste e como um dos melhores centros urbanos para se investir na região.

Nenhum comentário