Header Ads

Operação Calvário: Força Tarefa pode retornar às ruas nos próximos dias após últimas movimentações processuais


O cancelamento de uma audiência de instrução e julgamento, na qual o ex-procurador Gilberto Carneiro é réu, por crime de peculato, e a antecipação das férias do desembargador Ricar Vital,  relator da Operação Calvário no Tribunal de Justiça da Paraíba, podem ser sinalizações de que uma nova fase estaria em curso pela força tarefa liderada pelo Ministério Público Estadual, por meio do Grupo de Atuação Especial contra do Crime Organizado (Gaeco).
Os dois episódio assinalam a cronologia de fatos que apontariam para novas nuances da operação que investiga uma Organização Criminosa (Orcrim) que drenou recursos vultosos dos paraibanos e paraibanas para corrupção.
Pela temporalidade das últimas movimentações, primeiro o pedido de férias do desembargador Ricardo Vital; depois, na sequência, o cancelamento da audiência de Gilberto Carneiro, ontem, na 5ª Vara Criminal, com o juiz Giovanni Magalhães Porto, sendo os autos remetidos ao Gaeco.
Um pouco antes, para completar o xadrez, no último dia 13, poucos dias após o retorno do desembargador Ricardo Vital para a 5ª Vara de Justiça, o processo da Operação Calvário foi reativado e encaminhado para vista do Ministério Público da Paraíba e do Grupo de Atuação Especial contra do Crime Organizado (Gaeco). O documento pode trazer pedidos de cautelares, busca e apreensão, ou até mesmo pedido de prisão.


tanaarea

Nenhum comentário