Header Ads

CMCG

Isea é reconhecido com título de Hospital Amigo da Criança e da Mulher


O Instituto de Saúde Elpídio de Almeida (Isea), de Campina Grande, recebeu a certificação de Iniciativa Hospital Amigo da Criança e da Mulher, conferida pelo Ministério da Saúde. A qualificação é realizada a cada três anos e, desde 2013, o Isea vem sendo premiado em todas as edições.

O certificado é o que comprova que a maternidade atende a todos os requisitos estabelecidos pelos organismos nacionais e internacionais de estratégias de promoção, proteção e humanização à saúde da criança e da mulher no âmbito do Sistema Único de Saúde.

Para receber o reconhecimento, as unidades precisam promover ações educativas articuladas com a Atenção Básica. O Isea já executa essa política, inclusive com a realização de consultas de pré-natal dentro da maternidade, procedimento que normalmente é executado nas Unidas Básicas de Saúde.

A portaria 1.153 do Ministério da Saúde, que estabelece as iniciativas, exige também a familiarização das gestantes com a maternidade no último trimestre da gravidez. A Secretaria de Saúde de Campina Grande também atende a este requisito com o projeto “Visita Prévia”, em que as mães são levadas ao Isea para conhecer as instalações, equipes médicas e a forma como se dará o parto.

Também é necessário que as maternidades promovem o aleitamento materno. O Banco de Leite Humano Doutor Virgílio Brasileiro, do Isea, é premiado anualmente com o padrão ouro de qualidade do Programa Íbero-Americano dos bancos de leite. A unidade faz coleta interna e domiciliar, distribuição, realiza assistência às mães em período de amamentação e diversas atividades de promoção ao aleitamento materno.

Há outras exigências como a possibilidade de contato com o recém-nascido, a liberação de acompanhante, a oferta de alimentos saudáveis, condições higiênicas e estruturais, humanização no parto, uso de métodos pouco invasivos, autorização de doulas. A verificação do Ministério da Saúde, por meio da Secretaria de Saúde do Estado da Paraíba, averiguou que todas estas condições estão sendo atendidas no Isea.

Uma das condições é também a disponibilização de banheiras, chuveiros, bola de pilates, bolas de trabalho de parto e outros instrumentos usados no parto natural. O Isea conta com o Centro de Parto Normal desde 2018, que atende a todos estes requisitos. Além disso, desde 2013 foram investidos mais de R$ 5 milhões na unidade, com a construção da Casa da Gestante, da UTI materna, ampliação da UTI neonatal, reforma da recepção, construção de novos consultórios, setor de classificação de risco e ampliação das enfermarias.

“Nós ficamos felizes porque esse título aufere a qualidade do nosso atendimento e isto também significa dizer que mais recursos também são destinados à maternidade em forma de incremento para os procedimentos de assistência ao parto e atendimento ao recém-nascido”, avaliou a Secretária de Saúde de Campina Grande, Luzia Pinto.

Nenhum comentário