Header Ads

CMCG

Deputado faz campanha nas redes sociais e junta equipe para doar sangue


Junho é o mês destinado à campanha de incentivo à doação de sangue na Paraíba, segundo a Lei 10.636/17 de autoria do deputado Tovar Correia Lima (PSDB). Dentro do ‘Junho Vermelho’ o parlamentar realiza campanha nas redes sociais estimulando que mais doadores compareçam ao Hemocentro e também irá reunir sua equipe e amigos para doar sangue. “Até quatro vidas podem ser salvas com cada doação de sangue e, por isso, faço um apelo para que as pessoas façam a sua parte e ajudem a salvar vidas”, disse o parlamentar.
 
Tovar lembra que nesta sexta-feira (14) é comemorado o Dia Mundial do Doador de Sangue. De acordo com o Ministério da Saúde, somente 1,6% da população brasileira (cerca de 3,36 milhões de habitantes) tem o hábito de doar sangue de maneira rotineira. Embora esteja dentro dos padrões estipulados pela Organização Mundial da Saúde (OMS), o ideal seria que 3% da população fosse doadora, com o objetivo de suprir toda demanda.
 
“Estamos aqui tentando estimular as pessoas a doarem sangue. O ‪’Junho Vermelho’ é um projeto de nossa autoria criado para incentivar a doação de forma espontânea em todo o Estado. Vamos espalhar essa ideia e compartilhar com os amigos. Vamos promover uma grande corrente de solidariedade e de amor ao próximo”, destacou o deputado.
 
A Lei – A legislação garante que a campanha de incentivo à doação de sangue será realizada por meio de ações realizadas a cada mês de junho e ficarão a cargo dos órgãos públicos estaduais e municipais, fazendo parte do calendário anual de realização da pasta. Com a lei, fica autorizada a Secretaria de Saúde do Estado da Paraíba e as Secretarias Municipais a realizarem a cada ano a critério dos seus gestores, em cooperação com a iniciativa privada, com entidades civis e organizações profissionais e científicas, campanhas de incentivo e conscientização visando aumentar o número de doadores e os postos de coleta de sangue no Estado.
 
Doação - Para doar sangue é necessário estar em boas condições de saúde, alimentado, não ter ingerido bebidas alcoólicas nas 12 horas antes da doação e levar documento oficial com foto. Os homens podem doar até quatro vezes por ano, com intervalo mínimo de dois meses. Já as mulheres podem doar três vezes, com intervalo necessário de três meses, no mínimo.
 

Nenhum comentário