Header Ads

CMCG

Vital rebate executivos da OAS e nega ter recebido doação irregular




Após executivos da empreiteira OAS, que fecharam acordos de delação premiada com a operação Lava Jato, afirmarem à Justiça que realizaram doações ilegais para o ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), Vital do Rêgo, o paraibano negou ter recebido qualquer quantia durante a campanha eleitoral de 2014, da referida empresa.
De acordo com a defesa de Vital, eles ainda não tiveram acesso à delação de executivos da OAS, mas, o irmão do senador Veneziano Vital reafirma a declaração feita há três anos, onde revelou que que não recebeu qualquer doação irregular.
A informação de que o ministro paraibano estaria entre os envolvidos no esquema de doação ilegal da OAS, foi publicada no Jornal “O Globo” dessa quarta-feira (27). Segundo a reportagem ele teria recebido R$ 3 milhões durante a campanha eleitoral de 2014 em troca de blindar a empresa na CPI mista da Petrobras.

Nenhum comentário