Header Ads

CMCG

Mais de 30 pessoas morreram afogadas na Paraíba em 2018


Em 2018, 38 pessoas morreram em decorrência de afogamentos em piscinas ou em águas naturais na Paraíba, conforme os dados do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM). Os números são menores do que os registrados no ano anterior (51 ocorrências), mas isso ainda inspira cuidados.
Para orientar a população sobre os cuidados e as formas de prevenção, o Corpo de Bombeiros Militar da Paraíba (CBMPB) contou com duas operações neste final de ano: Operação Réveillon, que contou com 132 bombeiros militares, e Operação Verão, que ainda se estenderá até o fim do Carnaval. Em vários pontos da faixa litorânea e nas localidades com eventos festivos contam a presença de guarda-vidas.

A Operação Verão, que teve início no dia 11 de dezembro e com previsão de término no fim do período carnavalesco em que o fluxo de pessoas nas praias é alto, está sendo realizada do trecho que compreende Barra de Camaratuba a Acaú – limites com os estados do Rio Grande do Norte e Pernambuco, respectivamente.

Mananciais. De acordo com o Corpo de Bombeiros, há em todo o Estado um esquema preventivo especial em mananciais públicos de grande concentração de pessoas, bem como estradas e regiões suscetíveis a incêndios. O trabalho preventivo conta ainda com a distribuição de panfletos educativos para a população em pontos estratégicos, com blitzen em entradas de praias e postos de fiscalização, a exemplo do acesso ao Seixas e do posto da Polícia Militar na PB-008.

Durante a semana, a Operação conta com 21 guarda-vidas, enquanto que nos fins de semana serão 64 guardavidas fazendo a prevenção e atendimento de ocorrências. A capitã Vivicléa Aneyronis, da seção de Relações Públicas e assessoria de imprensa do CBMPB, informou que além das embarcações que realizam o atendimento e a fiscalização dentro do mar.

“Em relação a afogamentos, que ao verificar uma pessoa se afogando, é importante nunca tentar retirar a vítima da água. Deve-se oferecer um objeto flutuante, como uma bola, uma garrafa pet, ou até mesmo uma corda, e acionar imediatamente a equipe do Corpo de Bombeiros através do 193. Normalmente o verão coincide com o período de férias, por isso, quem decidir pegar as estradas é importante verificar a manutenção do veículo, atentando para pneus, óleo, limpadores de parabrisas etc. Obedecer as sinalizações e os limites de velocidade para cada via”, frisou.

Nenhum comentário