Header Ads

CMCG

Vereador nega suposta articulação para anular 2º biênio da CMCG e acusa jornalista de leviandade


O vereador campinense, Antonio Pimentel usou a tribuna da Câmara, na manhã desta terça-feira (27), para repudiar veementemente as acusações impostas ao PSD de Campina Grande sobre uma suposta articulação para anular a posse da atual presidente Ivonete Ludgério para o 2º biênio. As informações foram veiculadas na coluna A parte do Jornal da Paraíba assinada pelo jornalista Arimateia Souza, na última segunda-feira (26), além de ter sido repercutida em alguns portais e blogs da Paraíba.

“Eu acho uma grande irresponsabilidade alguém publicar um negócio desses. Primeiro que ninguém procurou nem a mim, nem a João Dantas. Fizeram uma acusação que saiu num site, dizendo que os vereadores do PSD estariam articulando isso. Ora, lá só tem eu, João e Ivonete, pelo amor de Deus, apontou o dedo na cara de João e na minha. Isso nunca aconteceu. Na realidade, isso não está acontecendo aqui”, declarou.

O parlamentar assegurou também que a atual presidente do Legislativo campinense, a vereadora Ivonete Ludgério foi eleita por unanimidade para o 2º biênio e isso já está decidido. “Não é possível que, um bocado de cabra velho, aqui na Câmara queira desfazer o que fez e sem nenhuma propriedade para isso. Isso é uma acusação leviana. É uma falta de responsabilidade. Fazer uma acusação dessa sem sequer falar com os dois únicos vereadores do PSD sem apurar é um ato leviano”, frisou Pimentel.

Pimentel afirmou que na sua época, o jornalismo era feito com seriedade, apurando a informação correta e não jogar na mídia o que acha que esteja acontecendo sem embasamento algum. “O jornalista Arimatea não é dono da verdade, nem ele pode estar acusando sem provas. Isso eu chamo de leviandade, até porque faz muito tempo que eu vejo o jornalista Arimatea aqui na Câmara, faz muito tempo mesmo, esse negócio de dizer que é Arimatea, é Zé, é João e a notícia dele é verdadeira? Não existe”, disparou.

O vereador Pimentel solicitou hoje na tribuna da Câmara Municipal de Campina Grande (CMCG), que os responsáveis pela divulgação da informação, sejam acionados judicialmente para que possam responder pelas informações levianas para que possam ter responsabilidade com o Jornalismo na cidade. “Pedi ao presidente municipal do PSD, João Dantas que entre contra o jornalista judicialmente para que se tenha responsabilidade sobre aquilo que é divulgado, porque não se pode fazer acusações sem embasamento, sem provas”, disse.

Nenhum comentário