Header Ads

CMCG

Disputa pela presidência da Câmara de Cabedelo vai parar na justiça


A confusão envolvendo a disputa pela presidência da Câmara Municipal de Cabedelo ganhou um novo capítulo, nesta sexta-feira (30), após vereadores que dão sustentação a bancada do prefeito Vitor Hugo (PRP) acionarem a justiça contra o Projeto de Resolução que definiu a nova Mesa Diretora da para o biênio 2019-2020 adotando uma 'suplementação' dos cargos vagos, tendo em vista que a maioria dos parlamentares que haviam sido eleitos como titulares estão presos por conta dos desdobramentos da Operação Xeque Mate.
De acordo com o vereador Evilásio Cavalcante, a expectativa é de que ainda hoje seja liberada uma liminar contra a decisão que colocou Geusa Ribeiro como presidente da Casa de José Eudes como vice.
“Não houve eleição. O que houve foi um projeto de resolução, onde provocou um golpe criando uma chapa. Foi incluído o vereador Reinaldo que já fez Boletim de Ocorrência, porque não foi convocado. Até Vitor Hugo ela fez questão de colocar na chapa. Foi uma sessão ordinária golpista. Os vereadores já acionaram a Justiça e esperamos que até o fim do dia saia um resultado”, disse Evilásio.
Ele acredita que o que há atualmente dominando a classe política da cidade é a mera sede pelo poder.
"Essa questão de lutar pelo poder de qualquer forma já teve resposta na Xeque-Mate. Leto nunca conseguiu ser prefeito e sua sede de ser prefeito o fez conseguir através do golpe e depois vieram as conseqüências”, arrematou.

Nenhum comentário