Header Ads

CMCG

Jurista chama ministro do Supremo de ‘marginal” e pede que a PGR investigue

O renomado jurista Modesto Carvalhosa anunciou que encaminhará à Procuradoria Geral da República um pedido de investigação do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal.
Sua alegação: além de não se declarar suspeito para julgar processos em que é parte interessada, incluindo os de apadrinhados e clientes do escritório de advocacia de sua mulher, Gilmar estaria libertando presos que fazem contribuições para a sua escola.
“Ele (Gilmar) está soltando pessoas que fazem doações ao Instituto dele (Instituto Brasiliense de Direito Público, IDP) e embolsa parte desses donativos” afirmou Carvalhosa.
“É uma pessoa absolutamente marginal que temos no Supremo Tribunal Federal. Ele (Gilmar) é um marginal”, arrematou oi renomado jurista.

Nenhum comentário