Header Ads

IFPB divulga resultado preliminar para 3355 vagas em cursos técnicos


O resultado preliminar do Processo Seletivo para os Cursos Técnicos (PSCT 2018) do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB) foi divulgado.

Ainda podem ser interpostos recursos contestando esse resultado nos dias 13 e 14 de dezembro, exclusivamente no ambiente das inscrições, por meio de login e senha. A responsável pela seleção é a Comissão Permanente de Concursos Públicos (Compec).
Após a análise dos recursos, o resultado final dos aprovados deve ser divulgado em 19 de dezembro. Em caso de candidatos empatados, o desempate se dará em favor daquele que, nesta ordem, obtiver: maior média em Língua Portuguesa; maior média em Matemática; maior idade.
O PSCT 2018 oferta 3355 vagas em 20 campi. São 1735 vagas para os cursos técnicos integrados ao Ensino Médio e 1620 vagas para o técnico subsequente.
Há vagas nos campi Cabedelo, Cabedelo Centro, Campina Grande, Cajazeiras, Catolé do Rocha, Esperança, Guarabira, Itabaiana, Itaporanga, João Pessoa, Monteiro, Patos, Picuí, Princesa Isabel, Santa Rita, Sousa, Areia, JP/Mangabeira, Santa Luzia e Soledade.
Os cursos ofertados no PSCT 2018 são: Automação Industrial, Controle Ambiental, Contabilidade, Segurança no Trabalho, Geologia, Agroindústria, Recursos Pesqueiros, Multimídia, Informática, Mineração, Petróleo e Gás, Química, Edificações, Serviços de Restaurante e Bar, Meio Ambiente, Serviços Jurídicos, Transações Imobiliárias, Guia de Turismo, Eletromecânica, Manutenção e Suporte em Informática, Eletrônica, Equipamentos Biomédicos, Secretariado, Mecânica, Eletrotécnica, Instrumento Musical, Eletrônica, Cuidados de Idosos e Agropecuária.
O IFPB é uma instituição pública federal e todos os cursos são inteiramente gratuitos. No IFPB, há reserva de vagas para pessoas com deficiência e para quem estudou na rede pública de ensino. Dentre os egressos da escola pública, há ainda cota para negros, pardos e indígenas e para quem tem renda familiar per capita de até 1,5 salário mínimo.

Nenhum comentário