Vereadora comunista usa o velho e surrado oportunismo político para posar de "mãe da ideia" do programa emergencial de Campina Grande


Oportunismo político não tem cor partidária, não tem identidade ideológica e pode até surpreender desavisados que se iludem com novatos que em nada diferem dos tubarões da política, sob capas de mandatos populares e falsas expectativas. 

No afã de agradar gregos e troianos e, talvez, justificar o próprio mandato ao seu eleitorado, a vereadora Jô Oliveira (PC do B) decidiu criar, por conta própria, uma polêmica com jeitão de factoide. Através da sua assessoria, garante: é proposta dela a criação do Programa de Auxílio Emergencial do Município, lançado pelo prefeito Bruno Cunha Lima nesta quinta-feira, 1, através da Agência Municipal de Desenvolvimento. 

Pois bem. O nome do programa municipal de auxílio emergencial de Campina Grande é SuperAção. Sem querer perder a piada, é impossível não deduzir: a vereadora Jô, com esse gesto de soberba intelectual, realmente SE SUPEROU... 

No release distribuído à imprensa, via assessoria, Jô Oliveira se vangloria de que a Prefeitura de Campina Grande só elaborou o Auxílio Emergencial após ela apresentar, na Câmara Municipal, um Requerimento de Indicação, no qual sugere ao Executivo a criação de um auxílio emergencial, com duração de três meses, podendo ser estendido. 

De fato, o respectivo requerimento de indicação foi protocolado na Câmara Municipal de Campina Grande, no último dia 16 de março deste ano, tendo sido aprovado por unanimidade, no último dia 17. 

Por outro lado, o Projeto de Auxílio Emergencial idealizado, criado e lançado, nesta quinta-feira, 1º, pelo prefeito Bruno Cunha Lima estava em discussão com seus auxiliares, desde o mês de fevereiro deste ano. Inclusive, esta que vos fala, enquanto assessora de imprensa da AMDE, recebeu o projeto de lei já concluído, no último dia 14 deste mês, ou seja, três dias antes da aprovação do requerimento de indicação da vereadora, Jô Olveira (Vide print de conversa entre a presidente da Amde, Dra. Alana Carvalho e esta assessora). 


Embora, a mania de fazer política em cima de cadáveres, doenças e desgraça seja uma característica nata da esquerda. Embora, todos queiram ser pai e mãe de projetos que beneficiam a população diretamente. Embora, o requerimento de indicação apresentado pela vereadora Jô Oliveira tenha sido motivado por bons propósitos, é preciso ser honesto com a opinião pública: definitivamente, o Programa SuperAção da PMCG não foi proposta da parlamentar e, menos ainda, foi idealizado após a aprovação do seu requerimento de indicação. 

Uso este espaço apenas para fazer jus à boa política, a verdade dos fatos e conceder a quem de direito os méritos pela idealização, elaboração e lançamento do Programa SuperAção, que cria o Auxílio Emergencial em Campina Grande, para amparar neste momento de pandemia, os mais necessitados.


Simone Duarte


Nenhum comentário