Covid-19: mais uma cidade da Paraíba decreta toque de recolher



Por conta do aumento dos números de casos da Covid-19 na Paraíba, nesta segunda-feira, 22, a prefeita da cidade de Areia, Silvia Cesar (PSC), publicou um decreto com novas medidas restritivas para o enfrentamento à Covid-19 no município.

As medidas servem não apenas para as repartições públicas, como também para o comércio. Dentre algumas determinações se destacam o funcionamento das repartições públicas das 7h da manhã até as 13h, como também o fechamento de bares, lanchonetes, áreas de piscinas nas pousadas e hotéis e casa de festas pelo período de 30 dias, sendo permitido o serviço de delivery por parte dos comércios que trabalham com alimentação.

Os restaurantes devem seguir protocolos, como a adequação do local para a ocupação máxima de 50% do espaço. Já em relação aos templos religiosos, serão permitidos apenas 30% da sua capacidade total. Pontos turísticos funcionarão com apenas 20% da capacidade máxima por visitação.

Museus, arquivo público e biblioteca municipal deverão funcionar com alternância de funcionários, de forma a dispor, por turno de funcionamento, de 50% dos trabalhadores. Além do mais, somente poderão abrigar 40% de sua capacidade de lotação.

Sobre os transportes coletivos, incluindo passeios turísticos, deverão utilizar apenas 50% da capacidade dos assentos.

Além disso, foi confirmado também o toque de recolher na cidade, no período de 21 horas até as 4h da manhã, como também a instalação de barreiras sanitárias nas rodovias que ligam a cidade.

De acordo com as informações, as pessoas que não obedecerem às regras estarão sujeitas a uma multa no valor de R$ 500, enquanto os estabelecimentos que descumprirem as exigências estabelecidas pelos decretos municipais e portarias emitidas pela Secretaria de Saúde chegarão a receber a aplicação de multa no valor de R$ 5 mil.

Nenhum comentário