Irresponsabilidade de eleição na pandemia infectou mais que candidatos



A decisão irresponsável do Congresso e da Justiça Eleitoral de promover eleição em plena pandemia, uma das principais causas do repique da covid no País, segundo o especialista João Gabbardo, também vitimou os candidatos.

Somente em Pernambuco, 65 dos 82 candidatos a prefeito pelo MDB foram infectados, assim como uma centena de candidatos a vereador.

A doença afastou inúmeros postulantes na reta final da campanha, como no caso de Guilherme Boulos (Psol) em São Paulo.

O TSE não fez qualquer levantamento sobre candidatos ou mesários infectados por covid. Talvez os números provocassem arrependimentos.

Partidos só têm levantamentos não-oficiais, mas ao menos 52 candidatos a prefeito nas capitais foram infectados pela covid-19, na campanha.

Maguito Vilela, 71 anos, eleito prefeito de Goiânia, ficou entre a vida e a morte, hospitalizado em São Paulo, lutando contra a doença.

Em Boa Vista (RR), a candidata a vice-prefeita, Edileuza Barbosa Gomes Lóz, não resistiu e faleceu vitimada pela covid.

A pergunta é para quem vai a culpa? Já que a grande mídia tenta culpar o presidente Jair Bolsonaro.

Nenhum comentário